manuelaguas

/Manuel Águas

About Manuel Águas

This author has not yet filled in any details.
So far Manuel Águas has created 291 blog entries.

CEAC Fórum de Agosto 2019 – Domótica – Clique aqui para aceder

CEAC Fórum Agosto – Assistentes Inteligentes

CEAC FÓRUM – A ofensiva pelo controlo das casas vai-se intensificando, a Xiaomi lançou a sua coluna com assistente inteligente, a Mi Air Speaker, para fazer frente a propostas como o Amazon Echo, Google Home, e o HomePod da Apple.

Os utilizadores podem usar o aparelho para dar comandos de voz e controlar toda uma panóplia de dispositivos inteligentes – aqui com o factor positivo de, ao contrário dos seus concorrentes, a Xiomi também fabricar e vender todo um conjunto de módulos para casas inteligentes, como tomadas, lâmpadas, sensores, e muito mais – para além de outros produtos de parceiros que se vão juntado à sua plataforma.

Outra grande vantagem destes Mi AI Speaker é o preço que, na boa tradição da Xiaomi, arrasa a concorrência, pois na China esta “coluna inteligente” custará apenas 38 euros; com os primeiros compradores a poderem até apanhá-lo por menos de 1 euro, servindo o papel de beta testers que ajudarão a afinar o sistema de inteligência artificial.


Amazon Echo: três casos polêmicos envolvendo a Alexa

Amazon Echo e sua assistente virtual Alexa têm assustado usuários dos Estados Unidos. Concorrente do Google Home e Apple HomePod, o aparelho promete facilitar a rotina dentro de casa ao oferecer controles por voz, integração com aplicativos e ajuda com agendas e previsão do tempo. Mas, assim como outros dispositivos inteligentes, o fato de “estar sempre ouvindo” vem chamando atenção.

A seguir, relembre três casos polêmicos envolvendo a Alexa e o seu smart speaker Amazon Echo. Apesar das falhas com gravação de conversas privadas e respostas inusitadas, a assistente pode vir a ser peça-chave para resolver um caso de assassinato.

1. Risadas misteriosas

Diversos usuários da Alexa denunciaram nos últimos meses que o aparelho da Amazon estava emitindo sons de risada de repente, sem nenhuma palavra de ativação. De acordo com as pessoas que presenciaram a falha – e que até mesmo desconectaram a assistente virtual com medo do que ela pudesse estar ouvindo –, os áudios soavam como uma voz realista e “arrepiante”.

Segundo a Amazon, os sons estariam sendo causados por ruídos de resfriamento. Além disso, a fabricante prometeu alterar a forma que os usuários podem solicitar uma risada do smart speaker. Em vez de “Alexa, rir”, o comando passa para “Alexa, você pode rir?”; assim, a assistente confirma a ação antes de fazê-lo.

2. Conversa de casal

Outro caso misterioso em que a Alexa está envolvida é a gravação da conversa de um casal, nos Estados Unidos. Enquanto falavam sobre pisos de madeira, o Amazon Echo capturou o conteúdo, salvou e enviou como mensagem de voz para um funcionário do marido. Ao receber o áudio, o homem alertou o chefe sobre a possibilidade de estar sendo “vigiado” pelo Amazon Echo.

Segundo o casal, o caso foi relatado para a Amazon e um engenheiro da assistente pediu desculpas pela situação. De acordo com a empresa, que confirmou o erro, o problema não se tratou de um hack, mas de palavras interpretadas erroneamente pela Alexa, que entendeu a confirmação de “enviar mensagem” durante a conversa.

3. Caso de polícia

Echo Dot é a versão mais simples do Amazon Echo, que também recebe a assistente Alexa (Foto: Divulgação/Amazon)Echo Dot é a versão mais simples do Amazon Echo, que também recebe a assistente Alexa (Foto: Divulgação/Amazon)

Echo Dot é a versão mais simples do Amazon Echo, que também recebe a assistente Alexa (Foto: Divulgação/Amazon)

Apesar de “estar sempre ouvindo” para captar comandos e ajudar o usuário, a Alexa pode ser considerada por algumas pessoas como um pouco invasiva. Mas, durante uma investigação de assassinato nos Estados Unidos, essa função pode se tornar muito útil para resolver o caso. Acusado de matar um amigo em 2015, um homem decidiu entregar os dados de áudio do Amazon Echo que estava ligado no apartamento na noite do assassinato.

O objetivo é que as autoridades encontrem alguma prova armazenada no dispositivo. Entretanto, segundo a fabricante, os aparelhos ficam ligados no modo de escuta apenas para identificar a palavra “Alexa”. Caso nada seja dito em torno de 16 segundos depois, a assistente volta para o estado anterior, sem fazer gravações ininterruptas.


Veja ainda: http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2016/10/google-home-amazon-echo-e-homekit-pros-e-contras-de-comprar-um-assistente.html

Os novos Assistentes domésticos de Inteligência artificial de controlo por voz começam a dar largos passos na utilização doméstica; respondem-nos a perguntas, esclarecem dúvidas e controlam aparelhos e electrodomésticos e, brevemente, estarão interligados e controlarão os sistemas de domótica nas casas; das janelas, às luzes e aos alarmes.

  1. Estando estes sistemas baseados na internet, como encara este desenvolvimento tecnológico
  2. Assinale as vantagens e desvantagens relativamente aos sistemas de domótica convencionais.

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.11

Aguardo com expectativa as vossas participações neste Fórum CEAC, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Manuel Bernardo

Abaixo deixamos algumas das já possíveis utilizações para estes aparelhos; embora estejam em chinês, as imagens falam por si!

 

CEAC Fórum de Agosto – Domótica por voz – Clique aqui para aceder

CEAC FÓRUM – Assistentes Inteligentes

CEAC FÓRUM – A ofensiva pelo controlo das casas vai-se intensificando, a Xiaomi lançou a sua coluna com assistente inteligente, a Mi Air Speaker, para fazer frente a propostas como o Amazon Echo, Google Home, e o HomePod da Apple.

Os utilizadores podem usar o aparelho para dar comandos de voz e controlar toda uma panóplia de dispositivos inteligentes – aqui com o factor positivo de, ao contrário dos seus concorrentes, a Xiomi também fabricar e vender todo um conjunto de módulos para casas inteligentes, como tomadas, lâmpadas, sensores, e muito mais – para além de outros produtos de parceiros que se vão juntado à sua plataforma.

Outra grande vantagem destes Mi AI Speaker é o preço que, na boa tradição da Xiaomi, arrasa a concorrência, pois na China esta “coluna inteligente” custará apenas 38 euros; com os primeiros compradores a poderem até apanhá-lo por menos de 1 euro, servindo o papel de beta testers que ajudarão a afinar o sistema de inteligência artificial.


Amazon Echo: três casos polêmicos envolvendo a Alexa

Amazon Echo e sua assistente virtual Alexa têm assustado usuários dos Estados Unidos. Concorrente do Google Home e Apple HomePod, o aparelho promete facilitar a rotina dentro de casa ao oferecer controles por voz, integração com aplicativos e ajuda com agendas e previsão do tempo. Mas, assim como outros dispositivos inteligentes, o fato de “estar sempre ouvindo” vem chamando atenção.

A seguir, relembre três casos polêmicos envolvendo a Alexa e o seu smart speaker Amazon Echo. Apesar das falhas com gravação de conversas privadas e respostas inusitadas, a assistente pode vir a ser peça-chave para resolver um caso de assassinato.

1. Risadas misteriosas

Diversos usuários da Alexa denunciaram nos últimos meses que o aparelho da Amazon estava emitindo sons de risada de repente, sem nenhuma palavra de ativação. De acordo com as pessoas que presenciaram a falha – e que até mesmo desconectaram a assistente virtual com medo do que ela pudesse estar ouvindo –, os áudios soavam como uma voz realista e “arrepiante”.

Segundo a Amazon, os sons estariam sendo causados por ruídos de resfriamento. Além disso, a fabricante prometeu alterar a forma que os usuários podem solicitar uma risada do smart speaker. Em vez de “Alexa, rir”, o comando passa para “Alexa, você pode rir?”; assim, a assistente confirma a ação antes de fazê-lo.

2. Conversa de casal

Outro caso misterioso em que a Alexa está envolvida é a gravação da conversa de um casal, nos Estados Unidos. Enquanto falavam sobre pisos de madeira, o Amazon Echo capturou o conteúdo, salvou e enviou como mensagem de voz para um funcionário do marido. Ao receber o áudio, o homem alertou o chefe sobre a possibilidade de estar sendo “vigiado” pelo Amazon Echo.

Segundo o casal, o caso foi relatado para a Amazon e um engenheiro da assistente pediu desculpas pela situação. De acordo com a empresa, que confirmou o erro, o problema não se tratou de um hack, mas de palavras interpretadas erroneamente pela Alexa, que entendeu a confirmação de “enviar mensagem” durante a conversa.

3. Caso de polícia

Echo Dot é a versão mais simples do Amazon Echo, que também recebe a assistente Alexa (Foto: Divulgação/Amazon)Echo Dot é a versão mais simples do Amazon Echo, que também recebe a assistente Alexa (Foto: Divulgação/Amazon)

Echo Dot é a versão mais simples do Amazon Echo, que também recebe a assistente Alexa (Foto: Divulgação/Amazon)

Apesar de “estar sempre ouvindo” para captar comandos e ajudar o usuário, a Alexa pode ser considerada por algumas pessoas como um pouco invasiva. Mas, durante uma investigação de assassinato nos Estados Unidos, essa função pode se tornar muito útil para resolver o caso. Acusado de matar um amigo em 2015, um homem decidiu entregar os dados de áudio do Amazon Echo que estava ligado no apartamento na noite do assassinato.

O objetivo é que as autoridades encontrem alguma prova armazenada no dispositivo. Entretanto, segundo a fabricante, os aparelhos ficam ligados no modo de escuta apenas para identificar a palavra “Alexa”. Caso nada seja dito em torno de 16 segundos depois, a assistente volta para o estado anterior, sem fazer gravações ininterruptas.


Veja ainda: http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2016/10/google-home-amazon-echo-e-homekit-pros-e-contras-de-comprar-um-assistente.html

Os novos Assistentes domésticos de Inteligência artificial de controlo por voz começam a dar largos passos na utilização doméstica; respondem-nos a perguntas, esclarecem dúvidas e controlam aparelhos e electrodomésticos e, brevemente, estarão interligados e controlarão os sistemas de domótica nas casas; das janelas, às luzes e aos alarmes.

  1. Estando estes sistemas baseados na internet, como encara este desenvolvimento tecnológico
  2. Assinale as vantagens e desvantagens relativamente aos sistemas de domótica convencionais.

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.11

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Manuel Bernardo

Abaixo deixamos algumas das já possíveis utilizações para estes aparelhos; embora estejam em chinês, as imagens falam por si!

 

CEAC Fórum de Agosto – Sistemas de Segurança: Clique aqui para aceder

CEAC Fórum – Sistemas de Segurança

CEAC FÓRUM – Em Julho de 1962, o engenheiro sueco Nils Bohlin recebeu do United States Patent Office (o departamento de patentes dos EUA) a patente nº 3043625 pelo design do seu cinto de segurança de 3 pontos, hoje considerado como o mais relevante sistema de proteção da indústria automóvel.

A aprovação desta patente surgiu precisamente 3 anos após a sua introdução, depois de, em 1959, a Volvo se ter tornado no primeiro construtor do mundo a colocar, de série, o cinto de segurança de 3 pontos nos seus automóveis (Amazon e PV544). Nessa mesma altura, Nils Bohlin solicitou a atribuição da patente.

O design desta inovação tinha tanto de simples como de eficiente: A combinação de um cinto diagonal e de outro horizontal, que formavam um “V” e que estavam presos a um ponto de fixação baixo, colocado de forma lateral ao assento, capaz de assegurar que os cintos se mantinham na sua posição mesmo após um acidente.

 

Alguns anos mais tarde, a Volvo demonstrou todo o seu compromisso com a segurança automóvel e viria a oferecer esta patente a todos os construtores para que estes a pudessem utilizar nos seus automóveis. Isto significa que todos os condutores podem beneficiar de um pouco da tecnologia de segurança da Volvo, independentemente da marca que estejam a conduzir. O princípio que os fundadores Assar Gabrielsson e Gustav Larson sempre defenderam, como exemplifica a citação seguinte:

“Os automóveis são conduzidos por pessoas. Por isso, tudo o que fizermos na Volvo deve contribuir, antes de mais, para a sua segurança.”

fonte: motor24.pt

Desde o cinto de 3 pontos muita coisa evoluiu na segurança passiva e activa; Airbaig, ESP, ABS, EDS, MSR são já termos de segurança relativamente comuns  para cada profissional do ramo automóvel. Ainda assim existem outros sistemas apenas comercializados em carros de topo de gama que tardam a ser alargados à generalidade dos veículos, seja por razões de patente ou por estratégias de marketing e vendas.

1. Este mês queremos que investigue e identifique outros sistemas que considere essenciais para melhorar a segurança automóvel.

2. Acha que os mesmos já teriam ajudado a evitar sinistros que tenha presenciado? Justifique.

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Aguardo com expectativa as vossas participações neste Fórum CEAC, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Manuel Bernardo

Veja mais aqui:

http://www.e-konomista.pt/artigo/sistemas-de-seguranca-para-carros/

http://www.e-konomista.pt/artigo/carros-mais-seguros/

CEAC Fórum de Julho 2019 – Evolução das Baterias – Clique aqui para aceder

 

CEAC FÓRUM – Tesla vai construir a maior bateria do mundo

CEAC FÓRUM – A Tesla vai construir a maior bateria do mundo. Vai ser construída na Austrália e vai servir toda a população de um estado que tem quase um milhão de quilómetros quadrados (Portugal tem 92 mil). Esta bateria é baseada na tecnologia que a empresa de Elon Musk tem usado nas suas Powerwalls, garantindo o funcionamento normal dos aparelhos elétricos domésticos em caso de quebra de energia por parte do fornecedor.

 O estado australiano da Austrália do Sul foi alvo de uma série de tempestades o ano passado, que deixaram os quase 1,7 milhões de habitantes desta região sem eletricidade durante vários dias, em três ocasiões, nos últimos 10 meses. A mais recente foi uma onde de calor, que forçou o governo estatal a criar uma medida de preservação de energia para a população. Embora esteja concentrada em redor da capital Adelaide, muitas pessoas vivem isoladas em quintas.

A resposta foi dada pela Tesla, que ganhou o concurso público para o fornecimento de energia. A resposta é uma Powerpack gigante, que vai ser a maior bateria de iões de lítio do mundo. Vai ter uma capacidade de 100 MW e gerar um máximo de 129 MWh, suficiente para fornecer energia a 30 mil casas, a partir de fontes renováveis, em caso de emergência. A bateria vai ser construída na cidade de Jamestown, a norte de Adelaide, mais próxima das regiões rurais. A Powerpack vai ficar pronta em dezembro, de acordo com a promessa de Elon Musk.


Este mês e a propósito da notícia anterior gostaríamos de abordar o tema das baterias; desde a invenção no século 19 as baterias sofreram uma evolução significativa quer a nível de duração quer a nível de formato. Neste momento Elon Munk, o CEO da Tesla além de nos preparar as viagens comerciais para Marte (clique aqui para ver) prepara-se para construir o maior armazém energético das energias de fontes de energias renováveis.

 


Como mudaria as nossas vidas se esta invenção não fosse tão apurada? Na sua vida pessoal e profissional, quantos aparelhos utilizam uma bateria? Faça um levantamento (o mais certo possível e indique todos os aparelhos que o têm).

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Aguardo com expectativa as vossas participações neste Fórum CEAC, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Manuel Bernardo

 

CEAC Fórum de Julho 2019 – Preparação Carros para as Férias: Clique aqui para aceder

CEAC FÓRUM – O que rever no carro antes de ir de férias

CEAC FÓRUM – Todos os proprietários devem ter sempre o automóvel em bom estado, mas essa situação é ainda mais fulcral quando se prepara para grandes viagens, de forma a evitarem ficar apeados ao lado da estrada ou colocarem-se e restantes ocupantes em perigo.

A que devem estar atentos os nossos clientes na revisão ao carro antes das férias…

Com a chegada de julho e agosto (e esperamos que finalmente o calor a “apertar”), começam as grandes romarias com destino aos locais de férias prediletos dos portugueses. Como habitualmente, o automóvel é o principal meio de deslocação escolhido para estas viagens. Seguramente todo já vimos, durante o trajeto, carros parados ao lado da estrada, com os passageiros sob um calor agonizante, e pensamos “E que tal se tivesses ido ao mecânico?”. Embora ninguém esteja a salvo de que isto lhe aconteça, existem alguns cuidados que todos devem ter antes de se colocarem ao caminho, que podem ser mesmo considerados como uma revisão ao carro antes das férias, na qual terá de prestar atenção especial a determinados componentes. Vejamos quais, em conjunto, para evitar que da próxima vez vejamos mais gente com as férias estragadas…

[/fusion_text]
  • Óleo do carro

    De preferência, devemos analisar esta situação a cada 1000km (e com o motor frio, não se esqueça…), mas é ainda mais perigoso partir para uma grande viagem com o carro “seco” ou com óleo já deteriorado. Deve também ter atenção ao líquido refrigerante, essencial para manter uma temperatura estável e abaixo de níveis perigosos.

    Um dos truques é ir vendo como está o chão sob o local onde estacionada. Se surgirem novas manchas de óleo, é provável que exista alguma fuga. A solução pode passar pela substituição de algum componente ou, caso isso seja demasiado oneroso, uma avaliação mais frequente do nível e a reposição manual do óleo num nível correto.
    A falta deste elemento fulcral para a lubrificação, proteção e até na refrigeração do motor, e também do líquido refrigerante, pode levar o propulsor a sobreaquecer e à fusão de alguns componentes. Nesse caso, seguramente que não vai conseguir andar para lado nenhum… sem ser à boleia do reboque.
  • Suspensão

    A partir dos 30.000km este sistema começa a perder alguma eficácia, e habitualmente é exigido um reajuste ou substituição de componentes a cada 50.000km.

    Este trabalho tem de ser feito numa oficina, mas antes disso pode fazer um teste para avaliar a vitalidade da suspensão. Coloque pressão sobre cada roda, e se sentir algum ricochete é provável que os amortecedores estejam a pedir “socorro”.

  • Travões

    Depois do motor, o sistema de travagem surge num nível equiparado ao dos pneus como um dos locais a que deve prestar maior atenção.
    O óleo dos travões deve estar entre os níveis mínimo e máximo e deve também ter atenção a discos e pastilhas. Se, ao pressionar o pedal para travar, sentir alguma vibração ou escutar um pequeno chiar, é provável que algo esteja a necessitar de ser substituído.
  • Luzes

    Basta uma pequena verificação do seu funcionamento antes de seguir viagem, pois é a garantia de que não irá colocar-se em perigo se tiver de viajar durante a noite ou, no caso dos piscas e travões, quando vai mudar de direção ou efetuar qualquer outra manobra.

    Aproveitamos aqui para deixar o alerta sobre uma situação cada vez mais frequente. Devido à luz que é dada pelas assinaturas visuais diurnas, muitos condutores esquecem-se de ligar as luzes à noite. O que, além de infringir o Código da Estrada, os coloca em perigo, pois na traseira não costumam existir estes LEDS, o que significa que não há qualquer indicação luminosa da presença do carro.

  • Pneus

    Os frisos dos pneus nunca devem descer de uma profundidade mínima de 3mm. Além disso, da inspeção antes de partir para férias deve também constar a pressão, que deve ser revista com os pneus a frio. E, se ainda tiver pneus sobressalente, não se esqueça que também ele necessita da pressão certa.
    Outra questão a observar são as especificações do fabricante, evitando dessa forma que sejam ultrapassados os limites de carga ou de velocidade para o pneu que o seu automóvel equipa.
  • Vidros

    Aqui estão alguns pequenos cuidados a ter antes de partir viagem, e que passam pela observação de que existe água no limpa para-brisas e a limpeza dos vidros por dentro, para diminuir o perigo de encandeamento. E também deve evitar seguir viagem sem reparar pequenas lascas e outros danos com dimensões assinaláveis no vidro que se podem agravar.

 

 

Depois de ler este artigo, gostaria de ter a vossa opinião que, para além dos apresentado, que outros cuidados deveremos recomendar aos clientes numa:

REVISÃO ANTES DAS FÉRIAS

Pense nisto e participe neste Fórum CEAC enviando o seu comentário, opinião pessoal ou pesquisa. Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

 

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Manuel Bernardo

CEAC Fórum de Julho 2019 – Evolução Baterias – Clique aqui para aceder

CEAC FÓRUM – Tesla vai construir a maior bateria do mundo

CEAC FÓRUM – A Tesla vai construir a maior bateria do mundo. Vai ser construída na Austrália e vai servir toda a população de um estado que tem quase um milhão de quilómetros quadrados (Portugal tem 92 mil). Esta bateria é baseada na tecnologia que a empresa de Elon Musk tem usado nas suas Powerwalls, garantindo o funcionamento normal dos aparelhos elétricos domésticos em caso de quebra de energia por parte do fornecedor.

 O estado australiano da Austrália do Sul foi alvo de uma série de tempestades o ano passado, que deixaram os quase 1,7 milhões de habitantes desta região sem eletricidade durante vários dias, em três ocasiões, nos últimos 10 meses. A mais recente foi uma onde de calor, que forçou o governo estatal a criar uma medida de preservação de energia para a população. Embora esteja concentrada em redor da capital Adelaide, muitas pessoas vivem isoladas em quintas.

A resposta foi dada pela Tesla, que ganhou o concurso público para o fornecimento de energia. A resposta é uma Powerpack gigante, que vai ser a maior bateria de iões de lítio do mundo. Vai ter uma capacidade de 100 MW e gerar um máximo de 129 MWh, suficiente para fornecer energia a 30 mil casas, a partir de fontes renováveis, em caso de emergência. A bateria vai ser construída na cidade de Jamestown, a norte de Adelaide, mais próxima das regiões rurais. A Powerpack vai ficar pronta em dezembro, de acordo com a promessa de Elon Musk.


Este mês e a propósito da notícia anterior gostaríamos de abordar o tema das baterias; desde a invenção no século 19 as baterias sofreram uma evolução significativa quer a nível de duração quer a nível de formato. Neste momento Elon Munk, o CEO da Tesla além de nos preparar as viagens comerciais para Marte (clique aqui para ver) prepara-se para construir o maior armazém energético das energias de fontes de energias renováveis.


Como mudaria as nossas vidas se esta invenção não fosse tão apurada? Na sua vida pessoal e profissional, quantos aparelhos utilizam uma bateria? Faça um levantamento (o mais certo possível e indique todos os aparelhos que o têm).

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Aguardo com expectativa as vossas participações neste Fórum CEAC, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Manuel Bernardo

 

CEAC Fórum Junho 2019 – Importância dos colegas na nossa Profissão: Clique aqui para aceder

CEAC Fórum – Hábitos que Incomodam os Colegas de Trabalho

CEAC - mau colega no trabalho

CEAC – mau colega no trabalho

CEAC FÓRUM- Li recentemente este artigo (http://saldopositivo.cgd.pt/7-habitos-que-incomodam-os-seus-colegas-trabalho/) que me chamou a atenção porque na realidade todos nós conseguimos identificar o que mais nos incomoda na conduta das pessoas com quem trabalhamos mas, como seres únicos que somos, raramente nos apercebemos do que incomoda os outros no nosso comportamento, a menos que nos digam.

Num ambiente de trabalho os comportamentos dos colaboradores podem ter um impacto importante na produtividade e imagem da empresa.

CEAC - mau colega no trabalho_01

Muitas vezes ao tomarmos conhecimento do que sentem as outras pessoas tornamo-nos mais atentos o que nos ajuda a alterar determinados hábitos pois percebemos que podem incomodar os nossos colegas, esta compreensão poderá transformar o nosso dia-a-dia numa experiência positiva.

Sendo assim proponho-vos uma reflexão sobre esta questão e que identifiquem aqueles hábitos que têm o poder de vos pôr os “nervos em franja”; por outro lado e, não menos importante, reflicta sobre aqueles que poderão ser os seus maus hábitos de trabalho que afectam os outros.

CEAC - mau colega no trabalho_02

Pense nisto e participe no Fórum CEAC enviando o seu comentário, opinião pessoal ou pesquisa. Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Veja também:

http://www.e-konomista.pt/artigo/maus-habitos-no-trabalho/

http://www.rhportal.com.br/artigos-rh/os-maus-hbitos-profissionais-que-voc-no-sabe-que-tem/

INFORMAÇÃO CEAC: Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum CEAC!

Manuel Bernardo

CEAC - mau colega no trabalho_03

CEAC Fórum Maio 2019 – BATERIAS DE IÕES DE LÍTIO: Clique aqui para aceder

BATERIAS DE IÕES DE LÍTIO

hot-topics-batteries-large

As baterias de iões de lítio são um tipo de baterias recarregáveis muito utilizadas desde os agora comuns equipamentos eletrónicos portáteis quer nos mais recentes automóveis eléctricos.

Quais as vantagens destas baterias em relação às de hidreto metálico de níquel (ou NiMh)?

Que cuidados se deve  ter com uma bateria de iões de lítio? O que poderá acontecer  quando expostas por muito tempo ao sol ou quando comprimidas?

Acha que as pessoas de um modo geral estão cientes dos riscos que correm com os equipamentos actuais, como os smartphones?

Veja os links abaixo e deixe os seus comentários sobre este tema.

mitos-sobre-as-baterias clique aqui para abrir

Quem produz as baterias para os carros eléctricos?

https://www.apple.com/pt/batteries/why-lithium-ion/

 

https://pt.wikipedia.org/wiki/Bateria_de_i%C3%A3o_l%C3%ADtio

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e curso para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Fico a aguardar as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum.

Bom trabalho e um bom Fórum para todos!

CEAC Fórum Abril: Presente e Futuro do Diesel: Clique aqui para aceder

CEAC Fórum: Presente e Futuro do Diesel: Clique aqui para aceder

dieseldying

Este mês recuperamos o tema dos Motores a Diesel e a sua viabilidade no futuro; Mais económicas, do ponto de vista do consumo, e mais duradouras as motorizações diesel parecem ter uma morte anunciada; Segundo um estudo os carros a diesel vão representar em 2020 apenas 30% de todo o mercado automóvel a nível continental e devem depois continuar a cair.

O domínio dos diesel na Europa, onde representavam cerca de metade da quota de mercado (em Portugal é superior a 60% VEJA AQUI https://www.statista.com/statistics/425113/eu-car-sales-share-of-diesel-engines-by-country/ ), está prestes a chegar ao fim. Segundo as previsões da analista de mercado JP Morgan Chase & Co., em 2020 vão representar apenas 30% (na Noruega é já 32%) de todo o mercado automóvel a nível continental e devem depois continuar a cair, algo que se explica pela conjugação de diversos fatores.

Esta alteração de paradigma será potenciada por três motivos diferentes, onde se destacam desde logo as dúvidas dos clientes relativamente às vantagens desta tecnologia e a transparência nos consumos e emissões que deriva do DieselGate da Volkswagen e também das suspeitas que têm recaído sobre outros fabricantes. Esta será uma situação com impacto nos lucros das marcas, com uma redução de 5% nos ganhos gerados, que assim devem redirecionar as verbas de projetos de desenvolvimento de novas soluções, como os veículos híbridos e elétricos alimentados a baterias. O motivo para a aposta nestas motorizações também se explica pela terceira “causa de morte” dos diesel na Europa, e que será precisamente a progressiva introdução de regras mais exigentes por parte das autoridades continentais, tanto através dos novos ciclos de testes como pela obrigação de cumprir limites de emissões progressivamente mais restritivos, algo que já tem vindo a ocorrer paulatinamente. Na vertente da legislação têm também impacto para muitos condutores as restrições à circulação nas cidades, com a ameaça de não ser permitida a entrada a veículos diesel nas grandes metrópoles.

Thomas Schlick, um especialista da empresa Roland Berger, explica que “a quota dos diesel tem vindo a cair progressivamente ao longo dos anos devido aos limites de emissões mais restritivos que tornam esta tecnologia mais cara”, recordando não apenas as regras comunitárias como as restrições à circulação em muitas cidades como outro motivo para o declínio das vendas. Este analista refere ainda impactos no mundo laboral, pois afirma que “as implicações da queda na procura dos modelos combustão são significativos para a indústria automóvel pois cerca de 1/3 dos postos de trabalho estão relacionados com as tecnologias de motorizações”. Também a Comissária Europeia dos Transportes, Elzbieta Bienkowska acredita que os diesel vão ser descontinuados, e afirma que apesar desta situação não ir ocorrer de um dia para o outro mas que “tenho a certeza de que vão desaparecer mais rápido do que poderemos imaginar”.

Outros artigos a consultar

https://www.sapo.pt/noticias/motores/mercados-antecipam-o-principio-do-fim-dos_5a969f4888cff5c6318e15b5

https://www.motor24.pt/cronicas/diesel-passou-bestial-besta/

Fim dos motores a Diesel e gasolina será em 2040?


Este mês queremos reflectir sobre este tema; segundo os textos anteriores o dieselgate iniciado pela Volkswagen parece ter deixado uma marca irreversível na confiança dos utilizadores e dos reguladores do mercado automóvel e, ainda segundo o artigo, as marcas ir apostar nas soluções híbridas/eléctricas (Leafs, Zoes e outros utilitários eléctricos são já visíveis um pouco por todo o lado). Por outro lado as regulações dos países começam a ser cada vez mais exigentes e a proibição de veículos com emissões poluentes é já anunciada.

Na sua experiência profissional/pessoal como tem sentido o mercado; Considera que as pessoas estão desconfiadas quanto às motorizações diesel? Denota um maior interesse pelos veículos híbridos ou eléctricos? Ou acha que o artigo anterior não faz grande sentido? Aguardo os vossos comentários !!

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja bonificado.

Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, no âmbito da formação. Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Manuel Bernardo

Fórum Maio – Profissionais para as Alterações Climáticas – Clique aqui para aceder

técnico de gestao ambiental

No ano passado o ministro do Ambiente apontou várias disciplinas do conhecimento como fundamentais para conter as alterações climáticas, que ameaçam Portugal quer pelo aumento das temperaturas quer pela subida do nível médio das águas do mar.

Da parte do poder político, João Pedro Matos Fernandes afirmou que está a ser feita despesa: “70 milhões de euros para proteger o território das cheias” e “150 milhões no litoral para o tornar mais resiliente” e resistir ao avanço das águas, provocado quer pelo aumento do nível médio das águas quer pelos fenómenos meteorológicos.

Por exemplo, no setor da construção, há muito a fazer:

“Em Portugal e no mundo é o de pior eficiência material, em que são precisos mais quilos de matéria prima para produzir um euro de valor”.

Para cumprir as metas do acordo de Paris, em que se decidiu conter o aumento da temperatura global a um máximo de dois graus centígrados no fim do século, a tecnologia também terá que evoluir em áreas como o armazenamento de energia proveniente de fontes renováveis.

A engenharia dos materiais, destacou, é “nuclear para a possibilidade de remanufaturar e reparar aparelhos”, outro aspeto da economia circular para a qual Matos Fernandes considera essencial que se caminhe.

Para quê, interrogou-se, ter um berbequim em casa “que trabalha doze minutos durante uma vida inteira?”. Em vez de proprietários, podemos ser “utilizadores” desse tipo de tecnologia, sem deixar de a ter disponível quando é precisa.

“Deixar de utilizar matéria prima virgem é fundamental. Portugal tem um parque de construção que pode, todo ele, ser usado na construção e reabilitação de edifícios. Não precisamos de ir buscar mais areia aos rios ou pedra às pedreiras, ela já está cá fora”, declarou o governante.

Fonte: Observador.pt

 


No contexto da notícia e vídeos anteriormente apresentados queremos que nos dê a sua visão de, como profissional, poderá contribuir no presente e futuro para garantir um ambiente mais estável. Que tipo de materiais ou iniciativas pensa que poderão levar a infraestruturas (construções, instalações, etc) mais eficientes e amigas do ambiente? Acha que a nossa atitude enquanto profissionais pode fazer a diferença ou a responsabilidade é apenas dos organismos reguladores?

No espaço de um ano qual a evolução considera que foi feita, face ao então enunciado?


 

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e curso para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Não se esqueça de comentar os seus colegas!

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

O Fórum de Discussão permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, no âmbito da formação, enriquecendo o conhecimento de todos com a experiência e visão de cada um! Fico a aguardar as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum.

Bom trabalho e um bom Fórum para todos!

Peça Já Informação