Blog Técnicas e Práticas Empresariais

//Blog Técnicas e Práticas Empresariais

O Blog Técnicas e Práticas Empresariais é um espaço de aprendizagem colaborativa com discussão de temas relevantes para promoção da reflexão e partilha de conhecimento, opiniões e experiência.

Clique abaixo para aceder ao último tema.

CEAC Fórum Novembro – Salário: Retribuição Justa? – Clique aqui para aceder

CEAC Fórum Salário: Retribuição Justa??

recursos-humanosCEAC Fórum: Este mês deixo para vossa reflexão um tema que tem particular interesse para todos nós, como cidadãos que contribuem para o desenvolvimento de um país e, obviamente, para as empresas, para as quais trabalhamos, seja de forma direta ou indireta.

Falo-vos da remuneração do trabalho, ou seja, do salário.

Gostaria que refletissem e partilhassem com todos nós, as vossas opiniões sobre o tema:

 Salário mínimo: deve ser geral ou associado aos respetivos setores de atividade?

Porque é que o nosso salário mínimo é dos mais baixos da Europa?

– Salário máximo: deveria existir?

Faz sentido que apresentadores de televisão ganhem 30, 40, 50 ou 60.000€ por mês?

Faz sentido que um/uma modelo ganhe 40, 50, 80 ou 100.000€ por mês?

E um jogador de futebol?

E um ministro?

Como deveria funcionar tudo isto?

E as empresas, que se queixam continuamente de que não podem aumentar os salários? Mas depois gastam milhões em publicidade, por exemplo?

Nos nossos dias, com a informação veiculada pelos diversos órgãos de comunicação social e pelas redes sociais, como podem eles formatar a opinião pública sobre estas questões? E devem fazê-lo?

Participe no Fórum CEAC enviando o seu comentário, opinião pessoal ou pesquisa. Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIOnão esquecendo de indicar o seu nome e n.º de utilizador para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

INFORMAÇÃO CEAC: Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum CEAC!

CEAC Fórum Outubro – Mobbing: Assédio moral no trabalho – Clique aqui

CEAC Fórum: Mobbing: Assédio moral no trabalho

Imagem1

 

CEAC Fórum: O que é o “Mobbing? É a violência moral ou psicológica no trabalho: atitudes ou comportamentos de violência moral ou psíquica em situação de trabalho, segregação e violência repetida ao longo do tempo de maneira sistemática ou habitual, que levam à degradação das condições do ambiente de trabalho, comprometendo a saúde ou o profissionalismo ou ainda a dignidade do trabalho.

Em inglês, “to mob” significa “agredir”.

Uma verdadeira praga social, um verdadeiro fenómeno de delinquência organizada, com três componentes: a vítima (o “mobizado”), o agressor(s) (Mobbers) e os cúmplices (os colegas, que compactuam de forma cobarde com o(s) mobber(s)).

Os efeitos do mobbing sobre a vítima são ansiedade, insónias, falta de apetite ou apetite excessivo, dores fortes de cabeça, tonturas, esgotamento e depressão.

Estima-se que na União Europeia, 14 milhões de trabalhadores sejam vítimas de violência psicológica no emprego de forma continuada e com o objetivo de levar ao autodespedimento. É um fenómeno que está bem estudado na Europa do Norte, em França e no Brasil, mas em Portugal é praticamente tabu. Um inquérito realizado pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas, no ano passado, a 1800 trabalhadores, revelou que 16,7% eram vítimas desta prática, na maioria mulheres.

Em virtude do atual sentimento de insegurança no trabalho, muitas vezes são as próprias organizações a criar situações de agressão com colaboradores ou colegas. “Tal é mais comum em organizações corruptas, onde as relações não estão bem estruturadas e onde se dá lugar a este tipo de comportamentos. Trata-se de um reflexo da instabilidade da organização e do seu mau funcionamento”, sublinha uma psicóloga. É por isso importante pensar numa lógica de prevenção, sendo salutar que as empresas promovam valores relacionados com o civismo, o respeito e a ética. “Devem ter políticas de tolerância zero ligadas a estas questões”

Já passou por uma situação de assédio moral no trabalho?

View Results

Loading ... Loading ...

Se já sofreu de assédio moral, qual o nível hierárquico do agressor?

View Results

Loading ... Loading ...

Este mês proponho-vos um tema que, por ser tabu, é pouco abordado quando se fala de trabalho e carreira. Pesquisem sobre o tema, partilhem opiniões ou situações que conheçam.

Deixo-vos aqui algumas questões que vos podem ajudar a refletir sobre o assunto:

1. Como prevenir estes comportamentos nas empresas?

2. Há formas de reagir e combater o mobbing?


Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, no âmbito da formação. Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!


Fontes:

http://oinformador.blogspot.pt/2008/07/resistir-ao-mobbing-no-trabalho.html

http://www.rtp.pt/noticias/grande-reportagem/mobbing-terrorismo-no-trabalho_a891700

http://www.maxima.pt/comportamento/detalhe/bullying_ou_mobbing_no_trabalho.html

http://www.cognos.pt/images/mobbing.jpg

http://assediomoral.org/spip.php?article1

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/assedio-moral-as-novas-regras-para-combater-o-problema-214550

http://www.guiadedireitos.org/index.php?option=com_content&view=article&id=568&itemid=217

Participe no Fórum CEAC enviando o seu comentário, opinião pessoal ou pesquisa. Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIOnão esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

INFORMAÇÃO CEAC: Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum CEAC!

CEAC FORUM Setembro 2018 – O Regresso com uma boa organização – Clique aqui

CEAC Fórum – O regresso com uma boa organização

CEAC FÓRUM – Se pensa que precisa ser mais organizado, de forma a ser um empresário mais produtivo, então penso que está no caminho certo. Ser desorganizado custa-lhe tempo; tempo que poderia ser utilizado no crescimento do seu negócio (escrito por Steve Strauss).

No entanto, com apenas alguns ajustes, gerir o seu negócio poderia ser mais fácil, mais divertido e menos stressante. E quem não poderia utilizar um pouco disso agora?

Penso que o Michael Gerber, autor do “The E-Myth” dí-lo de uma forma mais adequada: se passa muito tempo a trabalhar no seu negócio, não vai ter tempo suficiente para trabalhar para o seu negócio. Isto é, se tudo aquilo que fez foi criar um trabalho para si mesmo, isso foi um erro. É muito melhor, e mais inteligente, tentar perceber como se libertar de forma a ser mais empreendedor, menos trabalhador.

5 dicas para os empreendedores maximizarem a sua produtividade

  1. Planeie o seu dia no começo de cada dia

Antes da loucura do dia se instalar, comece por ver o que está para vir e depois atribua prioridades. Faça uma lista e tente segui-la. Dessa maneira, em vez de os acontecimentos o controlarem, você é que os controla. Você não quer passar o seu dia a apagar fogos.

Se tiver um planeamento diário, utilize-o. Se utiliza o Outlook ou um iPhone, certifique-se que tira proveito de todas as ferramentas organizacionais que têm incorporadas.

  1. Adquira e aprenda o software certo

Existem no mercado tantos softwares e ferramentas de poupança de tempo que é um erro não as usar e tirar vantagens delas. As pessoas que criam o software gastam uma enorme quantidade de esforço em I&D, aprendendo o que é que as pessoas das pequenas empresas precisam. Depois criam aplicações de software poderosas desenhadas para preencher essas necessidades.

Compre-as. Aprenda como funcionam. Utilize-as.

O erro que muitos de nós comete (incluindo eu) é que compramos este excelente software e nunca tiramos o tempo necessário para aprender tudo o que ele pode fazer por nós. Um dia de formação pode torná-lo muito mais organizado e eficiente.

  1. Não seja um escravo do e-mail

Quando li que o Tim Ferris, autor do livro “The 4-hour work week” gasta pouco mais de uma hora, por semana, no e-mail fiquei incrivelmente invejoso. Foram poucos os que descobriram como parar o ataque do e-mail a esse ponto, mas mesmo assim, é possível ser mais inteligente em relação ao e-mail:

* Determine a quantidade de tempo por dia quer gastar com os e-mails e cumpra

* Deixe tempo para o e-mail uma a duas vezes por dia e, mais uma vez, cumpra.

O erro que muitas pessoas cometem é ficarem tão presas ao e-mail que o verificam várias vezes por dia (ou hora!).

  1. Organize o seu escritório

Estar constantemente a procurar por entre montes de papéis e pilhas de notas não é maneira de gerir um escritório. Arranje os materiais de escritório que precisa e coloque-os onde os vai utilizar. Codifique os documentos com cores. Compre uma máquina destruidora de papel. Compre um armário maior. Arranje uma estante extra.

Organizar o seu escritório é uma das coisas mais fáceis e mais baratas que pode fazer para ser mais produtivo.

  1. Delegue

Você não tem de fazer tudo sozinho. Dar alguma da sua carga de trabalho aos outros vai libertá-lo para utilizar melhor o seu tempo.

Nesta altura, em especial, qualquer coisa que possa fazer para ser mais produtivo é uma jogada inteligente.
Na verdade, este artigo refere-se à empresários, mas também se aplica a qualquer um.

Este mês proponho-vos uma reflexão sobre o tema da ORGANIZAÇÃO, as suas vantagens e como pode ou não influenciar a nossa produtividade, desempenho e felicidade.

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Bom fórum!

CEAC FORUM de AGOSTO 2018 – SEGURANÇA NO EMAIL – Clique aqui para aceder

CEAC FÓRUM AGOSTO 2018 – SEGURANÇA NO EMAIL


Vai de férias?
Então mantenha o seu email sempre seguro com alguns truques fáceis


A possibilidade de as pessoas resolverem situações de trabalho em período de férias, verificando e respondendo a mensagens enviadas por e-mail poderão estar sujeitas a contrair malware e outros problemas relacionados com a utilização de ligações à internet públicas ou não seguras. Desta forma, a Cisco deixa alguns conselhos que deve ter em conta durante as suas férias de verão para que mantenha a sua conta segura.

Em primeiro lugar nunca deverá confiar em redes Wi-Fi públicas, porque poderá indiretamente ser infetado por outro dispositivo igualmente ligado ao sistema, e depois contaminar a sua própria rede de trabalho. Desta forma, caso necessite enviar um e-mail de trabalho certifique-se de que utiliza uma ligação VPN ou mesmo os seus dados móveis.

A VPN (rede privada virtual) permite ao computador agir tal como se estivesse ligado na empresa. Para obter uma VPN terá de contactar o administrador de redes da empresa para fazer uma configuração prévia. Em alternativa pode utilizar uma SIG (Secure Internet Gateway) para proteger os dispositivos em qualquer lugar sem a necessidade da VPN.

Obviamente que a dica mais “antiga” do mundo informático é fazer uma cópia de segurança dos seus dados. Verifique que as informações que necessita para trabalhar estão guardadas em lugar seguro, de preferência num local de armazenamento corporativo. Se for um colaborador externo ou trabalhador independente deverá manter uma cópia dos dados num disco externo que fique em casa.

A Cisco refere ainda que embora as páginas assinaladas com HTTP (e um ícone de cadeado) ofereçam conteúdos encriptados, estes nem sempre são seguros. Estes melhoram a privacidade, mas os cibercriminosos poderão utilizar o protocolo para ocultar malware. Sempre que possível, utilize páginas que conheça como seguras.

Outro problema recorrente é procurar um computador ou outro dispositivo público, em cibercafés ou serviços de internet, para trabalhar ou enviar e-mails. Mais uma vez nunca o deverá fazer. Evite igualmente utilizar contas que não sejam corporativas, pois o e-mail pode ser uma porta de entrada para um ataque cibernético. Existem diversas ferramentas de comunicação com colegas de trabalho que utilizam encriptações de proteção.

Por fim, uma medida que parece de senso comum, mas que nunca deve ser esquecida é não enviar dados confidenciais a ninguém. Caso receba uma mensagem de uma entidade que não esteja confortável com a sua legitimidade, nunca compartilhe os dados.

Para além dos conselhos aos colaboradores e empregados, a Cisco deixa ainda algumas dicas para as empresas. Estas devem instalar sistemas como o Secure Internet Gateway que protege a rede contra dispositivos que não liguem através de uma VPN. As ferramentas de gestão de identidades ou proteção de terminais podem ser utilizados para controlar quem, quando e onde se ligam os utilizadores. Estes devem estar configurados para bloquear automaticamente software malicioso.

No seu âmbito profissional, como funcionam a segurança relativamente a este tema?
Quando vai de férias, vai mesmo de férias e desliga ou a sempre uma parte em alerta profissional?
Se tiver sempre uma parte em alerta profissional, porque será? Será mesmo necessário? Como poderiam ser organizados as coisas para que não acontece?

————————————————————————————-

Para participar neste Fórum CEAC basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja bonificado.

Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, no âmbito da formação. Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Sylvie Moreira
Tutora Apoio Pedagógico

 

CEAC FORUM de JULHO 2018 – FENÓMENO FACEBOOK – Clique aqui para aceder

CEAC FÓRUM JULHO 2018 – FENÓMENO FACEBOOK


COMO É VIVER LONGE DE GOSTOS, PARTILHAS E COMENTÁRIOS?


CEAC FÓRUm – Clicar na app, fazer login, andar a passear pelo feed e distribuir gostos e comentários pelas fotografias dos amigos é algo que, de certa forma, já se tornou numa rotina para quem tem uma conta (e vida) ativa nas redes sociais. Mas nos dias que correm ainda há quem, pura e simplesmente, prefira não expor a sua vida particular no Facebook ou em qualquer outra plataforma digital.

Catarina Gonçalves* é a única pessoa do seu grupo de amigos que não tem redes sociais. Apesar de ter feito parte do hi5 – lançada em 2004 e que, provavelmente, foi a primeira rede social de muitos jovens portugueses -, a verdade é que a moda passou e consigo se dissipou o desejo de aderir às diferentes plataformas digitais que foram aparecendo ao longo dos últimos anos e passaram a ocupar um lugar central na vida dos amigos.

“Sinto que as redes sociais acabam por ser uma forma fácil e ilusória de alimentar o ego às pessoas, quer seja pelas fotografias que partilham, quer seja pelos textos que escrevem”, afirma a jovem de 28 anos em entrevista ao SAPO Lifestyle sobre a escolha que fez para a sua vida. “Vejo-as como uma forma de ostentação e prova disso é estar com amigos nalgum sítio e grande parte deles estar preocupado em fazer diretos ou em tirar uma fotografias para pôr no Facebook.”

Se por um lado as redes sociais são ferramentas extremamente viciantes – há quem defenda que acabam por reduzir as interações cara a cara e promover o isolamento social – a verdade é que o Facebook, o Twitter e o Instagram também possuem algumas características capazes de impactar, de forma positiva, a vida dos seus utilizadores.

“As redes sociais instituem-se como plataformas onde as pessoas podem dar voz às suas opiniões, interagir com os seus pares (família, amigos, conhecidos e desconhecidos) e ídolos, promover e descobrir interesses pessoais e aceder a notícias a qualquer hora do dia. Estas plataformas permitem também conhecer novas pessoas, (re)encontrar amigos com quem já não falam há muito tempo e saber que atividades as outras pessoas fazem e que interesses têm”, explica a psicóloga clínica da Psinove, Ana Sousa, a propósito deste tipo de plataformas que têm crescido a olhos vistos nos últimos anos.

Mas, numa primeira instância, o que faz com que alguém queira aderir às redes sociais?
Já imaginou a sua vida sem redes sociais? Como seria?


Para participar neste Fórum CEAC basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja bonificado.

Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, no âmbito da formação. Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Sylvie Moreira
Tutora Apoio Pedagógico

 

CEAC FORUM de JUNHO 2018 – COMO MELHORAR O SEU TRABALHO EM EQUIPA?

CEAC FÓRUM JUNHO 2018 – COMO MELHORAR O SEU TRABALHO EM EQUIPA?


O trabalho em equipa é uma das qualidades bastante procuradas pelos líderes de empresas de sucesso


CEAC FÓRUm – O trabalho em Equipa permite tirar partido dos conhecimentos e habilidades individuais de cada colaborador, convergindo os esforços para uma finalidade comum.

Por outro lado, a troca de aspectos pela equipa gera novas ideias e soluções inovadoras, que de outra forma poderão ser difíceis de alcançar.

Mas trabalhar em equipa não é fácil para todos. Conciliar personalidades fortes pode gerar conflito, criar mau ambiente de trabalho e desgaste dos elementos da equipa. O elemento mais impositivo acaba muitas vezes sobrecarregado dada a escassa produtividade de alguns membros, e graças ao excessivo tempo gasto em discussão sem que seja elaborada qualquer estratégia.

Mas trabalhar em equipa é uma mais-valia e requer um esforço colectivo de todos os membros.

  • Para si quais são os aspectos fundamentais que deverá ter em conta, para que se torne um dos membros líder no trabalho em equipa?

Para participar neste Fórum CEAC basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja bonificado.

Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, no âmbito da formação. Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Sylvie Moreira
Tutora Apoio Pedagógico

 

CEAC Fórum de Maio – A Formação Empresarial – Clique aqui para aceder

CEAC FÓRUM – A FORMAÇÃO EMPRESARIAL

Aula de Duvidas

CEAC FÓRUM – Este mês deixo para vossa reflexão um tema muito importante para os trabalhadores e, consequentemente, para as empresas.

Realmente, a formação é imprescindível para que o trabalhador possa desempenhar melhor as suas funções, seja a nível de conhecimentos técnicos, como a nível do seu desenvolvimento pessoal.

Decorre dos Artº. 130 a 134 do Código do Trabalho, a obrigatoriedade por parte das entidades empregadoras de proporcionar aos seus trabalhadores um mínimo de 35h de formação contínua, anuais.

Infelizmente, estamos muito longe de cumprir esse objetivo na sua totalidade. Claro que tem havido uma evolução nos últimos anos e, principalmente, ao nível das grandes empresas, a formação dos seus colaboradores faz parte do seu planeamento/orçamento anual.

No que diz respeito às nossas PME’s (pequemas e médias empresas) já o panorama é bastante diferente, e poucas cumprem o estipulado.

Relativamente à formação ministrada, também nem toda é de qualidade, existindo ainda muita “formação a metro”, apenas para cumprir a obrigação das 35h anuais, e não fazendo parte de um efetivo planeamento empresarial, com vista à melhoria das habilitações dos funcionários, com inegáveis benefícios para os próprios e para as empresas.

Também as empresas que operam no mercado da formação, no intuito comercial de conquistarem mais clientes, baixam os preços de tal maneira que, dificilmente, conseguem oferecer formação de qualidade e a níveis mínimos satisfatórios.

Perante toda esta problemática, gostaria de ouvir a vossa opinião, agradecendo os vossos contributos, nomeadamente no sentido da partilha das experiências que tenham tido nesta área.

OBRIGADA PELA VOSSA PARTICIPAÇÂO!


Para participar neste Fórum CEAC basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, no âmbito da formação. Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!


Sylvie Moreira
Tutora Apoio Pedagógico

 

Fórum Abril – Recrutamento e novas tecnologias: Clique aqui para aceder

FORUM DE ABRIL 2018 – Recrutamento de Recursos Humanos e as novas tecnologias

Está a aumentar o número de empresas que recorrem a tecnologias de inteligência artificial para escolher os colaboradores que contratam. “Matching”, “chatbot” e “digital assessment” são termos a reter.

Os robôs ameaçam acabar com as formas de recrutamento tradicionais nos próximos anos. A empresa HireVue desenvolveu um sistema de inteligência artificial que consegue captar 25.000 características de um candidato a um determinado lugar numa única entrevista de emprego. Depois do matching, processo que pretende identificar compatibilidades, as atenções voltam-se agora para os chatbots, agentes de conversação digitais.

No entanto, a expressão que tem vindo a assumir uma importância maior tem sido digital assessment, usada para descrever os processos de avaliação digital que muitas empresas, sobretudo lá fora, já começam a empreender. “As tecnologias de matching comparam os perfis dos candidatos com os requisitos dos anúncios dos empregadores”, explica a jornalista Anne-Charlotte Müller num artigo publicado há dias.

Yooture, Moberries, Truffles e Talentfly são algumas das principais aplicações usadas. “Estes programas funcionam como se fossem o Tinder do emprego”, sublinha. Apesar de existirem desde a década de 1950, só recentemente é que os chatbots começaram a ser usados em processos de recrutamento. A principal vantagem destes agentes de conversação digitais é a rapidez em comparação com as entrevistas presenciais.

A sala digital que está em fase de testes

O vídeo assume uma importância fundamental nos processos de digital assessment. A entidade recrutadora pede ao candidato que se filme enquanto responde a uma série de perguntas pré-gravadas, como as que o portal de recrutamento HireView disponibiliza. Enquanto isso, um robô analisa as palavras e todos os gestos dos candidatos, incluindo as mudanças de postura, as pausas, as expressões faciais e o tom da voz.

Se for considerado apto, o avaliado é depois contatado para uma entrevista presencial. A empresa de recrutamento Manpower, que também opera em Portugal, tem atualmente em testes uma digital room, uma sala repleta de câmaras, microfones e outros captadores de som e imagem. Sentado em frente a um ecrã, face a um avatar, o candidato ao emprego responde às perguntas que lhe são feitas.

Tal como sucede com o HireView, todas as suas reações são analisadas ao mais ínfimo pormenor. “Nesta fase, as pessoas ainda têm de se dirigir a essas instalações mas, num futuro próximo, gostaríamos que esse programa pudesse ser usado à distância, através de qualquer computador”, afirmou um dos diretores de marketing e comunicação de um dos países europeus da empresa a um jornal suíço.

As opiniões de quem já foi submetido a esta forma de recrutamento

Humanoïdjob é o nome de um dos robôs que, nos últimos meses, têm sido responsáveis pelo recrutamento de colaboradores em várias partes do mundo. O francês Hubert Levesque, graças a “um sistema paralelo de chatbots e de algoritmos originais”, como os descreve, é um deles. “A empresa que me contratou não procurava apenas as competências por detrás de um nome e de uma fotografia num currículo”, diz.

“Eles queriam mais. Procuravam um perfil atípico que aliasse conhecimentos determinantes a experiências significativas, competências técnicas irrefutáveis e um sentido de iniciativa, de criatividade e uma diversidade que nem sempre um CV reflete”, escreveu o agora diretor-geral da empresa de recrutamento e valorização de competências Morgan McKinley em outubro do ano passado.

Em novembro de 2017, em França, a empresa organizadora de viagens Marco Vasco, seguindo o exemplo da Vinci e da Adecco, recorreu a um chatbot, ao qual deu o nome de Marco, para aumentar o número de funcionários. Na Austrália, com as mesmas funções, foi também já apresentada publicamente a Matilda, um robô com 40 centímetros de altura que também faz perguntas e analisa respostas e comportamentos.

“Estas máquinas são muito fiáveis tendo em conta o fim para o qual foram desenvolvidas. São parametrizadas e foram otimizadas para reter apenas os currículos que contenham palavras-chave relacionadas com as competências e as funções desejadas”, garantiu Laurianne Laval, gestora de marking do site MyJobCompany, em 2014, numa fase em que a evolução ainda não tinha atingido o patamar dos dias que correm.

Para muitos empregadores internacionais que já a adotaram, esta solução afigura-se a melhor, mas a maioria dos candidatos a um posto de trabalho não tem a mesma opinião. “Acho desumano nunca conseguir chegar a um empregador físico”, criticou mesmo um canalizador britânico com mais de 40 anos que foi submetido a um processo de recrutamento por esta via em declarações ao jornal The Guardian.

Com estas palavras deste britânico, vamos reflectir um pouco sobre o assunto:

  1. O que acham realmente destes sistemas de recrutamento? “Matching”, “chatbot” e “digital assessment”.
  2. Qual seria a vossa reacção perante estes sistemas de recrutamento?
  3. Acham que poderíamos realmente guardar a nomeação de “ recrutamento de Recursos Humanos”?

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja bonificado.

Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, no âmbito da formação. Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Sylvie Moreira
Tutora Apoio Pedagógico

 

Fórum Março – Crime na Internet: Clique aqui para aceder

“CRIMES” QUE PODE COMETER NA INTERNET

transferir

Nem sempre a forma como se utiliza a internet é a mais sensata e, mesmo sem saber, pode estar a cometer alguns crimes que, hoje em dia, já são considerados bastante comuns.

Quais são os “crimes” mais comuns que existem no mundo virtual?

CYBERBULLYING: Esta é uma das maiores formas de violência que tem aumentado nos últimos tempos, embora ainda existam pessoas que não a considerem um crime.

MÚSICAS E VÍDEOS: Nem todos os arquivos são ilegais, mas se partilhar músicas, vídeos ou até mesmo softwares, pode estar a cometer pirataria e também violação de direitos de autor.

IDENTIDADE FALSA: Este crime é um dos mais frequentes que existe na internet, pois ao criar um nome e perfil falsos, está a usar a identidade de outra pessoa para o seu proveito.

SITES DE FILMES OU TELEVISÃO: A maioria dos sites onde costuma ver filmes ou televisão são grátis e por isso são ilegais. Assim, se pretender ver um filme ou televisão opte pelos sites pagos para garantir que não comete nenhum crime sem saber.

YOUTUBE: O Youtube é sem dúvida o site que deve ter mais visitas pois é normal que queira estar a par das mais recentes novidades no mundo da moda e não só. Por isso se alguma vez fizer a partilha de um vídeo deve ter em consideração se este é protegido ou não, pois se não o fizer pode estar a violar os direitos de autor que nele estão inseridos.

INTERNET: É normal que por vezes no trabalho acabe por dar uma vista de olhos nas redes sociais, mas sabia que isto pode levar a que seja despedido?! Apesar de não estar relacionado com um crime, o facto de utilizar a internet para uso pessoal no seu trabalho pode fazer com que seja despedido.


Neste texto elencámos aqueles que são os “crimes” mais comuns na internet; entre os enunciados queremos que nos conte:

  • Quais representam para a sua vida pessoal ou na empresa maior risco?
  • De que forma estes podem afectar a sua vida pessoal ou na empresa?
  • Existem outros riscos considera importante e que não estão acima referenciados?

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja bonificado.

Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Esta atividade de Fórum permite debater e abordar novas ideias, visa o desenvolvimento e a discussão de temas atuais, no âmbito da formação. Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Sylvie Moreira
Tutora Apoio Pedagógico

Fórum Fevereiro – Ética Profissional: Clique aqui para aceder

O Valor da Ética para um Profissional

Imagem1

No exercício de uma profissão, uma conduta não-ética pode em princípio agradar a quem beneficia diretamente desta conduta. Porém, a médio e longo prazo, este fato apenas contribui para denegrir não somente o profissional que o praticou, mas toda a comunidade profissional como um todo.

É sabido que uma profissão só é valorizada quando quem dela precisa, sente sua utilidade. Ou seja, quando uma profissão consegue demonstrar, de forma inequívoca que pode contribuir positivamente para a sociedade, ganha desta a admiração e o respeito que merece.

Assim também acontece com a empresa, quando os seus profissionais agem de acordo com a ética profissional e com as demais normas que a regem.

Ao recusar-se a participar de atos incompatíveis com a legislação, o profissional prova que a sua conduta é coerente não só com a ética, mas também com a moral social e pessoal.

Para o fórum mensal do mês de fevereiro gostaria de vos convidar a refletir sobre comportamentos ou atitudes éticos em ambiente profissional.

  1. O que ganho eu se agir eticamente? Em situações de conflito de valores já lhe aconteceu colocar-se esta questão?
  2. Já alguma vez se questionou sobre se deve ou não ser o primeiro na empresa a tentar fazer as coisas de maneira diferente?
  3. E o seu chefe/diretor, será que o vai apoiar?

Em alternativa podem apresentar exemplos de atitudes éticas num ambiente de trabalho e quais as suas vantagens.

Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e curso para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Fico a aguardar as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum.

Bom trabalho e um bom Fórum para todos!

Sylvie Moreira

Qual a sua opinião do tema discutido este mês no Fórum?

View Results

Loading ... Loading ...

Peça Já Informação