O início do pagamento nos postos de carregamento rápido de viaturas elétricas inicia-se em 31 de julho, segundo informação enviada aos utilizadores pela gestora da rede de mobilidade (MOBI.E), que divulgará as tarifas a partir de dia 17.

“No dia 31 de julho de 2017 a Rede de Mobilidade Elétrica entra numa nova fase, com o início do pagamento nos Postos de Carregamento Rápido (PCR)”, lê-se na informação, que acrescenta que a partir do dia 17 de julho será “disponibilizada a informação sobre as tarifas de operação” dos PCR.

Também a partir do próximo dia 17 serão conhecidas as propostas dos comercializadores, no ‘site’ da MOBI.E, para que os utilizadores solicitem a adesão ao serviço que pretendem.

Para efetuar carregamentos nos PCR, os utilizadores dos veículos devem ter um acordo comercial com um operador detentor de registo de Comercialização de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME), o que “lhes permitirá continuar a carregar os seus veículos em qualquer posto de carregamento de acesso público, independentemente do Operador do Posto de Carregamento (OPC)”.

A MOBI.E garantiu que com esta alteração criam-se “condições para a melhoria da qualidade do serviço prestado aos utilizadores e expansão da rede de carregamento”.

“Esta alteração decorre em paralelo à atualização tecnológica dos postos de carregamento normal que se encontra em curso, com o aumento da potência dos 100 postos de carregamento mais utilizados, que se iniciará em agosto, e com a expansão da rede a todos os concelhos de Portugal Continental, que se iniciará após o verão”, conclui a informação.


Da diminuição aos incentivos fiscais ao final das “borlas” no abastecimento de veículos eléctricos cada vez são menos os incentivos directos à compra dos automóveis eléctricos. Contudo, e ainda assim, o preço por quilómetro é muito mais baixo que o km a gasóleo GPL ou Gasolina.

No seu caso particular, para a gama de carro que possui (ou  de um seu familiar) queremos que faça um estudo:

Em quanto tempo conseguiria recuperar o investimento num automóvel eléctrico?

Considere o seguinte nos seus cálculos:

A. Carro actual

  1. Total de quilómetros por ano
  2. Preço actual do combustível que utiliza
  3. Custo anual em combustível

B. Carro eléctrico

  1. Investimento inicial (escolha um carro eléctrico entre os vários disponíveis no mercado)
  2. Total de quilómetros por ano
  3. Custo anual em combustível (c0nsidere um custo de 3 € para cada 200km)

Para terminar os cálculos veja a poupança no gasto em combustível por ano faça (A3 – B3) depois divida o valor do custo do carro (B1) pela poupança em combustível e veja em quantos anos recuperaria o investimento.

Acha que compensa? Isto bastaria para mudar de carro? Que outros custos deveríamos contemplar neste cálculo?


Para participar basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e turma para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Cotação: 20% da média da Unidade em estudo.

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum!

Manuel Bernardo

 

Veja mais aqui:

https://energia.edp.pt/particulares/servicos/mobilidade-eletrica/

https://pplware.sapo.pt/informacao/custara-ate-3-euros-carregar-rapido-carro-electrico-nas-cidades/

Vantagens e desvantagens do Carro Eléctrico VS Gasolina

 

Carros elétricos: O que deve saber antes de comprar?

 

Carros Elétricos