shutterstock_194905331O Ministério da Educação reconheceu a importância da Formação a distância, passando a integrar o eLearning.

A partir deste ano lectivo, num projeto piloto em Lisboa e Mangualde para o curso de Línguas e Humanidades, é já possível alunos maiores de 18 anos concluírem o ensino secundário através da Internet. A partir das suas casas, os alunos vão ter aulas virtuais em que todos estarão ligados à mesma hora com o professor; em paralelo, existirão também sessões assíncronas durante as quais os alunos desenvolverão o seu estudo autonomamente, “desenvolvendo metodologias de trabalho não simultâneas”, explica a portaria publicada em Diário da República.

Uma escola que viaja para além das paredes da escola,
vencendo as barreiras geográficas da distância.

Saiba mais aqui: http://www.dge.mec.pt/ensino-distancia-0