Consiga um emprego sem Experiência.

Conseguir um emprego sem experiência anterior, será possível?

balcon_destaqueÉ uma situação cada vez mais comum; procurarem trabalhadores, recém-formados, mas com experiência.  Mas… como obter experiência sem que seja dada a oportunidade de começar? Existem algumas estratégias o poderão ajudar a conseguir um trabalho na sua área de formação, mesmo sem experiência anterior.

Efectivamente, muitos empresários receiam que pessoas, embora qualificadas e com eventual potencial e talento, necessitem de demasiado tempo e formação para se adaptarem aos contextos específicos das suas empresas. Por outro lado muitos responsáveis de Recursos Humanos consideram as pessoas sem experiência, como desinteressadas, apáticas e que não souberam otimizar o tempo na procura de experiências e conhecimentos novos. No caso de jovens ou estudantes que não apresentem experiências substanciais além da sua formação base a impressão é ainda mais negativa; estes tiveram a disponibilidade e a flexibilidade de tempo, para formações e atividades complementares e não o fizeram.

Veja abaixo algumas dicas para contornar esta situação:

É conveniente que, para além de bem redigido, inclua informação relevante: experiência extra curricular (trabalhos de verão, etc…), formação/ cursos, participação em seminários/ congressos, contemplar atividades de liderança (delegado de turma, por exemplo), algum prémio de reconhecimento alcançado, entre outros. Se a sua área for direcionada para algo mais administrativo, que tal elaborar um plano de negócios, um estudo económico, uma coleção de moda, enfim… é uma excelente forma de complementar e demonstrar os seus conhecimentos.
Caso o seu caso seja a a apresentação de um portfólio e não tenha material suficiente, nada como colocar mãos à obra e criar algo fictício. É só imaginar que foi contratado para determinado projeto, desenvolver o mesmo e quando apresentar o seu portfólio numa empresa referir que prefere manter-se atualizado e aprimorar a sua técnica. O importante é que vejam as suas capacidades e que nunca dê a desculpa que não tem material necessário para apresentar.
É certo que o mercado está inundado com muitos e sobre diversas áreas, mas que tal escrever sobre aquilo que gosta ou, preferencialmente, sobre a área pela qual quer enveredar. Pode, inclusivamente, colocar e divulgar os seus projetos.
Não escolha só aqueles ligados à sua área. Enriqueça e treine as suas competências comunicacionais na área comportamental, como liderança, por exemplo, aposte nas línguas, em workshops de técnicas artísticas ou outros.
Não deixe escapar nenhuma nem tenha problemas de ‘começar por baixo’. É sempre uma maneira de iniciar, aprender e ir subindo dentro de uma empresa. De qualquer das formas, nada o impede de ir enviando currículos.
O recurso a programas de estágios de curta (não remunerados) ou de longa duração (remunerados) são também uma oportunidade de fomentar o acesso, por parte dos empregadores, a detentores de novas formações e competências e em simultâneo, promover a melhoria das qualificações e a reconversão da estrutura produtiva.

Para os formandos sem experiência esta é a primeira oportunidade de a ganhar e potenciar a sua integração no mercado de trabalho; se por outro lado tiver a oportunidade de se empenhar e demonstrar o seu valor e potencial, serão aumentadas as possibilidades de ficar a trabalhar na respectiva empresa.

fonte: sapo.pt