MONONUCLEOSE

O que é?

A mononucleose é uma infeção viral causada pelo vírus Epstein-Barr (da família dos Herpes). É também conhecida como doença do beijo, por se transmitir pela saliva e secreção nasal.

Pode afetar pessoas de várias idades contudo é mais comum em crianças e jovens.

Quais são os sintomas?

A mononucleose infecciosa pode causar:

  • febre
  • dor de garganta
  • dificuldade em engolir
  • amigdalite
  • dor de cabeça
  • aparecimento de gânglios no pescoço
  • cansaço
  • tosse,
  • erupção cutânea
  • mal-estar
  • náuseas e vómitos

 

Por vezes, esta doença pode provocar também o aumento de tamanho do fígado e baço.

Quanto tempo pode durar?

A mononucleose pode durar entre 1 e 4 semanas.

Como prevenir?

A principal medida de prevenção passa por evitar beijar a pessoa infetada. Não é necessário o isolamento das pessoas doentes para evitar o contágio.

Como se trata?

Não há nenhum medicamento para o tratamento da doença, mas pode tomar paracetamol ou ibuprofeno para melhorar os sintomas que esta infeção produz. Os antibióticos não são úteis, já que esta é uma infeção produzida por vírus.

Deve repousar e evitar fazer desporto.

Com todos estes sintomas, é normal que o apetite diminua. Comer pode ser mesmo um sacrifício. No entanto, uma alimentação adequada é crucial para aumentar a imunidade e recuperar da infeção, o que pode durar algumas semanas. Também se recomenda a ingestão de líquidos para aliviar os sintomas e evitar a desidratação. A adoção destas medidas, juntamente com muito descanso, contribui para impedir o aparecimento de complicações.

 

O que devo e o que não devo comer?

  • Adote uma dieta variada, equilibrada e ricado ponto de vista nutricional, com vista a reforçar o seu sistema imunitário. Inclua alimentos de todos os grupos alimentares, mas escolha os melhores para ajudar o seu organismo a combater o vírus.
  • Prefira refeições mais leves e alimentos mais moles, como sopa, canja, leite, iogurtes e gelados, pois são mais fáceis de engolir e de digerir. Desta forma conseguirá alimentar-se bem, apesar dos problemas na garganta que são característicos desta infeção. Por outro lado, como é desaconselhada a prática de desportos, as refeições mais ligeiras, embora em maior número, permitem que não se sinta demasiado “pesado”.
  • Os alimentos ricos em ómega 3, como o salmão, ajudam a combater a inflamação. Para cozinhar, o azeite é a gordura de eleição. Não coma fast foode alimentos com muita gordura, especialmente produtos processados, como batatas fritas de pacote. Assim não irá sobrecarregar órgãos que estão mais vulneráveis por causa da infeção, como o fígado. Não ingira alimentos ácidos, salgados e condimentados, que podem igualmente agravar a dor e o desconforto.
  • Eleja alimentos não refinados.Por exemplo, coma cereais integrais em vez de pão branco ou biscoitos. Como fonte de proteínas, dê preferência a carnes brancas, ovo, peixes e leguminosas (como o feijão e as lentilhas). Aumente o consumo de alimentos ricos em antioxidantes, como os hortofrutícolas, de modo a fortalecer as defesas do organismo.
  • Ingira bebidas frescas, de preferência água. Garanta uma ingestão de pelo menos 8 a 10 copos por dia. A desidratação é uma complicação frequente por causa das febres altas e da falta de vontade de beber. No caso das crianças, incentive-as a beber em pequenos goles ou com uma palhinha.
  • Os batidos e sumos de frutas são uma boa escolha.Além de serem muito nutritivos, também contribuem para manter o corpo hidratado. Mas atenção: os sumos de citrinos podem irritar ainda mais os tecidos já inflamados da garganta. Evite as bebidas gaseificadas e o café.
  • Os chás também são uma boa opção para hidratar.Alguns estudos mostram que o chá verde pode ser especialmente aconselhável, devido a propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

 

Participe e desenvolva, no seu ponto de vista, o tema exposto a Mononucleose. Identifique os principais riscos e como é possível conviver com a doença. Se desejar, apresente exemplos representativos do que pretende ilustrar. Pode ainda comentar as participações dos colegas.

O post de cada formando deve ser submetido até ao final da semana. A sua participação conta 20% para a avaliação da Unidade.

Para participar neste Fórum CEAC basta clicar em INSERIR COMENTÁRIO, não esquecendo de indicar o seu nome e curso para que o seu contributo seja avaliado. Os vossos comentários serão primeiro sujeitos à aprovação do professor pelo que podem não ficar imediatamente disponíveis.

Aguardo as vossas participações com expectativa, o vosso contributo é muito importante para o sucesso deste fórum! E não se esqueçam, caso queiram ver algum tema em debate e/ou gostassem de escrever um artigo para ser publicado, podem enviar por email e será publicado no mês seguinte!