Noruega: dois edifícios vão produzir mais energia do que consomem

Em Oslo, na Noruega, dois edifícios de escritórios estão a ser adaptados para que não tenham de gastar electricidade, gerando ainda energia extra. Os edifícios vão produzir energia solar no local, apesar do tempo sombrio, bem como energia geotérmica.

A transformação vai passar pela retenção de calor através de fachadas de madeira pretas, um design interior que permite o fluxo de ar sem recurso a ventiladores e um alto grau de isolamento capaz de cortar o recurso à electricidade até 90%.

O projecto é ambicioso. Mas os seus defensores dizem que as modificações trarão um retorno económico a longo prazo, eliminando os custos de aquecimento e de iluminação nos prédios.

A electricidade gerada será mais do que suficiente para cobrir a iluminação, o aquecimento e a energia utilizada para produzir e reciclar os materiais de construção. Não será usada para a alimentação de equipamentos trazidos pelos inquilinos, desde computadores a máquinas de café.

Segundo a Reuters, a transformação das estruturas pretende mostrar que o sector da construção pode fazer mais do que actualmente faz para combater a mudança climática.

A ONU revelou que o sector da construção é o que tem o maior potencial – mais que o da indústria ou o dos transportes – para poupar dinheiro e proceder a grandes cortes nas emissões de gases com efeito estufa que são libertados através da combustão de combustíveis fósseis. O sector da construção consome cerca de 40% da energia mundial e emite um terço das emissões de gases poluentes criados pelo homem.

Até agora, o maior foco de produção de energia verde tem estado dirigido a edifícios novos, não a antigos. No entanto, cerca de 80% dos edifícios existentes nos países desenvolvidos ainda estará de pé em 2050, pelo que os governos têm de encontrar estratégias para reduzir os seus gastos.

Em Fevereiro de 2014, depois da remodelação dos edifícios, uma consultora ambiental e de arquitectura, a Asplan Viak, irá ocupar as novas instalações.

http://greensavers.sapo.pt/2013/02/28/noruega-dois-edificios-vao-produzir-mais-energia-do-que-consomem/