Fórum Novembro

Fórum Novembro

Quercus. Imposto sobre gasolina mais alto que do gasóleo incentiva carros prejudiciais

mw-860 1

http://images-cdn.impresa.pt/expresso/2015-11-06-carros-gasoleo-gasolina/original/mw-860

Um estudo divulgado pela Federação Europeia dos Transportes e Ambiente afirma que Portugal apresenta um imposto sobre a gasolina mais elevado que do gasóleo, o que de acordo com a Quercus leva ao incentivo da utilização de veículos prejudiciais à saúde

capa-para-bomba-de-combustivel-7286-mlb5180451221_102013-f

Lusa

Portugal é o terceiro país europeu com maior diferença entre o imposto aplicado à gasolina, mais alto, e aquele referente ao gasóleo, o que, segundo a Quercus, induz a utilização de veículos mais prejudiciais à saúde. Para a associação de defesa do ambiente, apesar de “Portugal estar na linha da frente na promoção dos veículos elétricos, nomeadamente por razões ambientais”, um estudo divulgado pela Federação Europeia dos Transportes e Ambiente (T&E) mostra que o país “está entre os Estados-membros que mantêm incentivos aos carros a gasóleo, o que não tem justificação na perspetiva ambiental”. Por isso, é urgente “corrigir esta perversidade do sistema que induz a utilização de veículos mais prejudiciais à saúde e à qualidade de vida nas nossas cidades”, defende. O estudo divulgado na semana passada pela Federação Europeia dos Transportes e Ambiente, da qual a Quercus faz parte, salienta que, na União Europeia (UE), os impostos sobre a gasolina são, em média, 14 cêntimos mais elevados do que o imposto sobre o gasóleo. Esta situação, traduz-se “num subsídio na ordem dos 2600 euros por cada veículo a gasóleo ao longo do seu ciclo de vida”, conclui o trabalho. “Portugal é o terceiro país onde este diferencial assume maior importância, já que o valor do imposto aplicável à gasolina era, em 2014, cerca de 22 cêntimos mais elevado do que o imposto pago pelos veículos a gasóleo”, avança a Quercus. Grécia, Holanda e Portugal são “os Estados-membros ‘campeões’ dos subsídios indiretos ao gasóleo”, de acordo com o estudo do T&E, citado pela Quercus, realçando também que os impostos mais baixos sobre o gasóleo não têm ajudado à redução das emissões de gases com efeito de estufa, responsáveis pelo agravamento das alterações climáticas, pois “incentivam veículos mais pesados e o aumento da mobilidade em veículos particulares”. De acordo com a Quercus, este estudo, “vem sublinhar a importância dos países da UE acabarem com este subsídio e alinharem os impostos sobre o gasóleo e a gasolina”, quando os preços do petróleo estão a descer e são divulgados casos de manipulação das emissões poluentes em veículos a gasóleo. O que os ambientalistas chamam de “desconto” de 30% a favor do gasóleo é, segundo a associação portuguesa, uma das principais razões que explicam o facto de os veículos a gasóleo liderarem as vendas na UE, uma tendência que “conduz ao agravamento da poluição, sobretudo nas cidades”. Alguns países europeus já estão a rever as suas estratégias de fiscalidade sobre o gasóleo, como a Bélgica e França, que anunciaram planos para acabar com a diferença nos próximos anos.

Considerando esta notícia e a mais recente polémica em torno das motorizações Diesel (manobras para falsificarem os valores reais das emissões) , que futuro considera que espera os carros com combustível Diesel? Considera o Diesel um tipo de combustível no qual vale a pena aposta no futuro? Justifique.

 

66 Comentários

  1. Manuel Ferreira, EL5795M 9 Novembro, 2015 at 12:05 am

    Bom dia… Na minha opinião, e com os Problemas que tem vindo a aparecer como a manipulação de gases acho que cada vez mais as pessoas vão desistindo da ideia de ter um carro a diesel e muitas já optam por comprar carro a gasolina e adaptar para gpl (nos casos de carros mais antigos) ou na compra de novo adquirem um carro que seja a gasolina e híbrido sendo mais barato… Com estes problemas irão baixar as vendas dos carros diesel e talvez um dia leve ao fim dos motores a diesel….No futuro acho que não vale a pena apostar nos carros a diesel porque não só pela poluição (que é o mais grave), mas também pelo preço das sua manutenção e também como a tecnologia dos carros eléctricos está a avançar no futuro as pessoas irão optar pelas novas tecnologias, mesmo tendo um alto custo na sua compra irá compensar no futuro, sendo mais económico e olhando pelo nosso meio ambiente que é o mais importante.

    • Mário Nunes EL6026P 11 Novembro, 2015 at 7:23 pm

      Boa noite, concordo com o colega quando diz que as pessoas já optam por comprar carros a gasolina e alguns adaptarem para gpl, quanto ao fim dos motores a diesel duvido muito sobre tudo de veículos pesados serão a diesel.

      • Manuel Ferreira, EL5795M 11 Novembro, 2015 at 9:45 pm

        Boa noite quando falo no fim dos motores diesel refiro-me a carros ligeiros e não a veículos de longo porte, e Também não estou a ver não só falando de carros e lembrando as maquinas agrícolas, etc, com motores eléctricos, para isso acontecer teria que haver uma grande revolução no sector… mas se um dia com o passar dos anos as pessoas investirem num carro eléctrico e forem reduzindo os diesel e gasolina já seria uma grande ajuda para o ambiente, mas acredito que irá levar muitos anos…

      • joel neto EL5684L 15 Novembro, 2015 at 5:07 pm

        De certa forma mário concordo contigo mas também ha automóveis diesel que consomem muito pouco e não estou a ver algumas pessoas a abdicar deles.

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 7:43 pm

      Muito bem Manuel Ferreira, também acho que o futuro vai ser carros elétricos, mas até lá ainda vão passar muitos anos.
      Comente o seu colega José Carlos Brandão, obrigado.

      • José Carlos Brandão, EL5992P 12 Novembro, 2015 at 7:19 pm

        boa noite
        já há carros eléctricos, só não são para os bolsos de todas as pessoas. já foram enumeradas muitas vantagens destes, mas só com o tempo é que se vão aperfeiçoando estes carros, mas acho que uma medida de estimulo a compra destes carros era restringir a entrada a veículos mais poluentes no centro de grandes cidades (por exemplo Lisboa e Porto), e dar algum tipo de incentivo monetário. e então ai discutia-se o futuro dos motores poluentes. Tão cedo as pessoas não irão deixar de apostar nos carros a diesel a não ser que sejam incentivadas a tal.

    • Joaquim Dis 11 Novembro, 2015 at 11:05 pm

      concordo com o colega ,em relação a manipulação dos gases ,pois veio acelerar o processo de uma mudança mais ecológica
      .

      • joel neto EL5684L 15 Novembro, 2015 at 5:10 pm

        Concordo joaquim mas também temos de ver que algumas pessoas não estão muito preocupadas com isso.

    • Artur Soares 14 Novembro, 2015 at 11:10 am

      Bom dia, deixe-me discordar de si, pois ainda existe muito aquela ideia de compra um carro a diesel porque aguenta mais e é mais económico. Quanto ao fim dos motores a diesel nunca vão chegar ao fim a não ser que arranjem mesmo uma outra forma de combustível melhor, mais barato e que os carros sejam mais baratos também.

      • Manuel Ferreira, EL5795M 14 Novembro, 2015 at 6:01 pm

        Boa tarde Artur Soares, então chama aos carros eléctricos o que??? não é uma forma mais económica??? a electricidade não é mais barata do que o diesel e a gasolina? embora para já o preço excessivo dos carros (No caso do novo BMW i3 100% eléctrico com 0% emissões de co2 e um custo a partir de 38.250€ , é certo que é um grande investimento para um carro , mas para quem tiver possibilidades monetárias não vejo qual o problema em adquirir um carro destes… a compra de um carro 100% eléctrico é para o bem de todos, acho que não devemos pensar só em nos e naquilo que nos dá gozo nu caso daqueles que adoram carros a “espirrar” fumo negro mas que o fazem propositadamente e não só por o carro estar velho, acho que são coisas que podemos evitar para ajudar o nosso ambiente e não o destruirmos ainda mais… Também acredito que os motores diesel não acabem para já porque como já o disse aqui noutro comentário não estou a ver as maquinas agrícolas , camiões,etc com motores eléctricos, pelo menos nos próximos anos. Mas como a tecnologia cada vez está mais avançada vamos ver até onde isto ira parar ..

      • José Carlos Brandão EL5992P 14 Novembro, 2015 at 7:15 pm

        Boa noite
        Tal como já foi referido essa fonte de combustível e a eletricidade para carregar as baterias dos carros eletricos, agora as empresas construtoras se não começarem a produzir destes carros os poucos que ha vão sair caros e falta essa alavanca para desbloquear o “futuro”. Quantos mais carros elétricos houver mais barato irão ser.
        Cumprimentos

      • Carlos Pariz 15 Novembro, 2015 at 4:56 pm

        Carlos Pariz
        EL5721M
        Boa tarde Prof. e Colegas;
        Com certeza colega Artur Soares, frisando a parte de nunca chegar ao fim ou mesmo comercializarem os motores a diesel, pois em cada 10 pessoas que falo a cerca disso, 7 há 8 ainda continuam com a opção Diesel.

      • joel neto EL5684L 15 Novembro, 2015 at 5:15 pm

        Bem artur de certa forma pode ter lógica mas a culpa disto foi de quem os mandou para o mercado automóvel

    • Ricardo Martins-EL6241P 5 Julho, 2016 at 7:33 pm

      Boa noite, sou da mesma opinião pois no futuro os carros a diesel deixaram de existir e darão lugar aos carros eléctricos.
      Cumprimentos

  2. José Carlos Brandão, mecanica de automoveis GEN, EL5992P 9 Novembro, 2015 at 2:18 pm

    boa tarde
    na minha opinião o futuro nao será feito pelos carros com combustíveis fósseis, mas sim carros eléctricos, menos poluentes e ja se vêem em grandes cidades, por exemplo em Paris.
    Mas em relação a motores a diesel e gasolina e com uma evolução no sector automóvel e nas suas capacidades e performances, principalmente nos motores a gasolina, acho que cada vez mais, os carros a gasolina consomem menos, andam mais, podendo ser também turbinados, o que lhes dá imensa força e melhores rendimentos, portanto acho que os carros a diesel vai começar a equiparar-se em relação aos a gasolina, o preço dos carros neste momento diverge um bocado, os Diesel um pouco mais caros e posteriormente são mais valorizados. Os motores a gasolina cada vez mais se justificam, porque são mais rotativos, menos limitados e acima de tudo, têm bastante força, para além disso, as revisões de um carro a gasolina são mais baratas e menos complexas.
    era preferível um automóvel a Diesel porque tinha mais força e necessitava de menos reduções para suportar as curvas e contra-curvas e diversos esforços, como a evolução dos a gasolina tem sido imensa eu neste momento se tivesse de escolher compraria uma carro a gasolina, existem várias opiniões mas isto é o que penso.

    • Manuel Ferreira EL5795M 10 Novembro, 2015 at 5:38 pm

      Boa tarde José Carlos Brandão… Concordo com a sua opinião, mas acho que quem compra carros a gasolina normalmente não pensa em fazer muitos km ou então se os fizer, terá de trocar de carro mais vezes para não correr o risco de ter muitos problemas. Se fizer muitos km o carro a diesel virá a compensar pela sua durabilidade porque os motores diesel de algumas marcas como é o caso do grupo da vw, a mercedes, opel com motor isuzu, etc, mesmo a sua manutenção sendo mais cara em relação ao de gasolina,são carros que aguentam muitos mil km sem mexer no motor e ai já valem a diferença, enquanto os motores a gasolina não tem tanta durabilidade sem terem de ser rectificados… (mas nem todos os motores diesel são bons porque em carros mais modernos já deixam muito a desejar e mesmo nos bons motores diesel se não tiverem uma boa manutenção os problemas aparecem)..

      • José Carlos Brandão, EL5992P 11 Novembro, 2015 at 5:30 pm

        Boa tarde,
        Em certa parte concordo com o que disse Manuel Ferreira. Mas hoje em dia já se pode optar por carros a gasolina com consumos muito baixos, e certo que a gasolina e mais cara, mas uma coisa da para o gasto da outra. Mas os carros elétricos e que são o futuro, neste momento e um investimento maior.
        No meu caso optaria por um a gasolina e mais para a frente quando o preço estiver mais convidativo então comprava um carro elétrico.

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 7:48 pm

      Também concordo José Carlos no futuro vamos ter na maioria carros elétricos. Contudo devido ao preço atual dos combustíveis há ainda grandes apostas nos carros a diesel.
      Comente o seu colega Manuel Ferreira. Obrigado.

      • Joel neto EL5684L 15 Novembro, 2015 at 5:03 pm

        Concordo que será o futuro hibrido melhor para o ambiente mas o setor diesel tem estado muito forte.

  3. leandro alves curso mecanico GEN EL5889N 9 Novembro, 2015 at 4:57 pm

    Um estudo divulgado pela Federação Europeia dos Transportes e Ambiente afirma que Portugal apresenta um imposto sobre a gasolina mais elevado que do gasóleo, o que de acordo com a Quercus leva ao incentivo da utilização de veículos prejudiciais à saúde.
    Apesar de “Portugal estar na linha da frente na promoção dos veículos eléctricos, nomeadamente por razões ambientais”, sabe-se através de um estudo divulgado pela Federação Europeia dos Transportes e Ambiente que o país “está entre os Estados-membros que mantêm incentivos aos carros a gasóleo, o que não tem justificação na perspectiva ambiental”.

    Para modificar esta situação, a Quercus admite ser urgente “corrigir esta perversidade do sistema que induz a utilização de veículos mais prejudiciais à saúde e à qualidade de vida nas nossas cidades”.
    O mesmo estudo, do qual a Quercus também faz parte mostrou que na União Europeia (UE), os impostos sobre a gasolina são, em média, 14 cêntimos mais elevados do que o imposto sobre o gasóleo, sendo que Portugal é o terceiro país onde esta diferença assume uma maior discrepância, sendo que, em 2014, o valor do imposto aplicável à gasolina era cerca de 22 cêntimos mais elevado do que o imposto pago pelos veículos a gasóleo, segundo explicou aquela associação.

    Numa altura em que o preço do petróleo está a descer e são divulgados casos de manipulação das emissões poluentes em veículos a gasóleo, este estudo vem, segundo a Quercus, acentuar a importância de acabar com este subsídio e equiparar os impostos sobre o gasóleo e a gasolina, nos países da UE.
    Na minha opinião a Quercus devia era preocupar-se com o ambiente em vez de taxas. Por causa destes senhores há pessoas no desemprego mas o nº de sacos de plásticos não diminuiu. Por causa da Quercus e outros ambientalistas os carros novos a gasóleo e que, poluem menos pagam mais imposto.

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 8:01 pm

      Boa noite Leandro. Devia ter comentado acerca das questões que propus.(Que futuro considera que espera os carros com combustível Diesel? Considera o Diesel um tipo de combustível no qual vale a pena aposta no futuro? Justifique.)
      Comente o seu colega Mário Nunes. Obrigado.

  4. Mário Nunes EL6026P 9 Novembro, 2015 at 8:08 pm

    Boa Noite, na minha opinião há cada vez mais carros a diesel a circular em Portugal, este imposto aplicado sobre o gasóleo e a gasolina é o responsável por esse facto, porque o imposto sobre a gasolina é muito superior do que o do gasóleo, logo as pessoas optam por adquirir veículos a diesel.
    Muita gente dizem que preferem os carros a diesel porque consomem menos que os a gasolina, discordo, porque a meu ver o problema está no custo dos combustíveis. Por exemplo, num veículo ligeiro na reserva, 30 euros de gasóleo pode dar 1/2 tanque de combustível, enquanto que num carro a gasolina pode dar apenas 1/4 tanque ou pouco mais.
    O imposto sobre a gasolina e o gasóleo devia ser o mesmo, isso iria equilibrar o número de carros de diferentes combustíveis a circular em portugal, mesmo assim vemos muitos carros a gasolina mais propriamente mais antigos, quanto aos carros novos são quase todos a diesel. Mais veículos a diesel, maior poluição.

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 8:03 pm

      Boa noite Mário Nunes. Concordo com a sua opinião menos imposto nos combustível, maior é a procura.
      Comente o seu colega Leandro Alves. Obrigado.

    • leandro alves curso mecanico de automoveis GEN EL5889N 12 Novembro, 2015 at 11:27 am

      Bom dia Mário nunes.
      Na minha opinião no futuro próximo todos os carros iram ser de combustível diesel , pois é um combustível mais barato e só tem uma desvantagem que é o preço, são veículos mais robustos e com maior conteúdo tecnológico e por isso custam mais caro.
      Discordo consigo no facto de dizer que são mais poluentes.
      os carros de combustível diesel modernos tem catalisadores e filtros e por isso , suas emissões de poluentes são praticamente zero. Atualmente os maiores vilões da poluição automotiva são os carros mais velhos tanto a diesel como a gasolina ou álcool que não tem catalisadores ou filtros e que são mal conservados. um carro velho polui mais do que 20 carros modernos. O mesmo vale para camiões e autocarros.

      • Mário Nunes, EL6026P 13 Novembro, 2015 at 6:27 pm

        Boa tarde Leandro Alves,
        Tenho certas dúvidas que os carros novos libertem emissões poluentes praticamente zero, como vimos no forum passado o escândalo da Volkswagen, podemos ver que afinal são poluentes para o ambiente infelizmente, ficam sempre dúvidas. mas concordo com o que disse, está certo.

      • joel neto EL5684L 15 Novembro, 2015 at 5:21 pm

        Bem leandro tens razão no que dizes e há muitos carros em mau estado que lançam muitos gases o que polui bastante em relação aos novos como vem com filtro partículas não polui quase nada mas ainda polui um pouco mas a sua manutenção fica cara, há também quem elimine o filtro de particulas o que é um erro

    • leandro alves curso mecanico de automoveis EL5889N 13 Novembro, 2015 at 10:55 am

      Bom dia Mário nunes
      Na minha opinião no futuro próximo todos os carros iram ser de combustível diesel. Só existe uma desvantagem nesses carros que é o preço , são veículos mais robustos e com maior conteúdo tecnológico e , por isso, custam mais caro.
      Discordo consigo no facto de dizer que são mais poluentes . Os carros a diesel modernos tem catalisadores e filtros e ,por isso, suas emissões de poluentes são praticamente zero. Atualmente , os maiores vilões da poluição automotiva são os carros mais velhos tanto a diesel como a gasolina ou álcool que não tem catalisadores ou filtros e que são mal conservados. um carro velho polui mais do que 20 carros modernos. o mesmo vale para camiões e autocarros.

  5. Rui Pessoa 5991 9 Novembro, 2015 at 9:18 pm

    Muito boa noite,
    O desconto de 30% a favor do gasóleo é a principal razão dos veículos a gasóleo liderarem as vendas ao nível da UE.
    O preço final do combustível até o dia de hoje é de cerca de 0,22 euros de diferença de gasolina 95 para gasóleo.
    Sendo um leigo a nível de mecânica, na decisão de escolha de veiculo pesquisei os pós e contras de um veiculo a gasolina e a gasóleo, onde encontrei um estudo de especialistas que garantem que, pela diferença de preço entre um carro a gasolina ou a gasóleo, se um condutor faz menos de 30 mil quilómetros por ano, escolher um carro a gasolina compensa mais. Ainda assim, o preço do combustível também influencia.
    Mas como disse na terceira frase, 0,22 euros de diferença por litro, quase sempre influencia na tomada de decisão, mesmo sabendo da fraude da Volkswagen em relação ao aumento de gazes prejudiciais ao ambiente.
    Li que o Herbert Diess (director executivo da Volkswagen), anunciou que a marca irá investir ainda mais em novas tecnologias. O foco agora, são veículos eléctricos. A montadora aproveitou ainda, para apresentar a versão eléctrica do Tiguan, chamada de GTE.
    Segundo uma pesquisa constatei que a geração de jovens entre os 18 e 30 anos, desejam um futuro amigo do ambiente e consideram que os benefícios dos veículos sustentáveis vão ajudar a alcançar esta realidade. De acordo com os novos resultados de um estudo realizado pela Goodyear Dunlop Tires Europe (GDTE) em associação com a ThinkYoung, a maioria (59,3%) dos entrevistados prevê que nos próximos 10 anos o maior desafio para a indústria automóvel é a construção de automóveis sustentáveis com um foco em tecnologia respeitadora do ambiente.

    Rui Pessoa EL5991P

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 8:06 pm

      Boa noite Rui Pessoa. Bom comentário, estou de acordo com as suas opiniões.
      Comente o seu colega João Correia. Obrigado.

  6. João Correia Curso mecãnica automovel El5158G 9 Novembro, 2015 at 10:07 pm

    Já foi falado e é sabido que o futuro será os veículos elétricos e, se estes pudessem responder ás necessidades das empresas o teor da questão seria outro.
    No momento, e olhando à discrepância entre os valores das taxas entre veículos a gasolina e gasóleo, a diferencia provem do favorecimento ás empresas e não por uma questão de ambiental, pois uma empresa que tenha uma grande frota a diferença no imposto de combustível é notória. Se perguntam se é justo a igualdade da taxa, para mim é pois os veículos a gasolina são menos poluentes no transito derivado ao seu catalisador, do que os veículos a diesel que mesmo com os seus filtros de partículas se tenham revelado um escândalo como o do grupo da VW, em que mesmo depois das respetivas noticias e acompanhando as mesmas ao longo dos últimos dias, as vendas da marca, nomeadamente em Portugal não baixaram. Olhando a isto penso que acima de tudo temos que mudar de mentalidade, sendo esta de perseveração ambiental.

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 8:11 pm

      Boa noite João Correia. Boa participação. É certo que as empresas com grandes frotas poupam muito no combustível não se preocupando com meio ambiente.
      Comente o seu colega Rui Pessoa. Obrigado.

  7. Ivo Ramos EL6047P 9 Novembro, 2015 at 10:16 pm

    Boa noite,
    Sobre a questão das falsificações acho uma vergonha as empresas do ramo automóvel enganarem as pessoas a comprar carros “ecológicos” a diesel, a gasolina é menos poluente que o diesel e ao falsificarem estes resultados apenas querem influenciar pessoas com o pensamento ECO a comprarem carros a diesel.

    Alguns especialistas garantem que, pela diferença de preço entre um carro a gasolina ou a gasóleo, se um condutor faz menos de 30 mil quilómetros por ano, escolher um carro a gasolina compensa mais. Ainda assim, o preço do combustível também influencia.

    Fiz uma comparação com 2 carros da Honda
    Civic 1.4L – i-VTEC VS Civic 1.6L i-DTEC

    e de acordo com este site: http://www.acp.pt/autos/novos/gasolina-ou-gasoleo
    só ao fim de 86373 km o carro a diesel começa a ser mais económico que o carro a gasolina

    Concluindo, a de compra de um veículo diesel ou a gasolina depende dos quilómetros que se realizem. Quantos mais quilómetros, mais compensará um veículo diesel, porque só assim com a poupança de combustível teremos reduzido o sobre-preço da compra, reparação e seguros.

    Por isso sim acho que ainda continuamos a ter os veículos a diesel com uma aposta viável.

    Comentem

    Ivo Ramos

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 8:17 pm

      Boa noite Ivo Ramos. Gostei muito dos seus comentários. É certo para quem faça muitos diariamente um carro a diesel compensa.
      Comente o seu colega Manuel Ferreira. Obrigado.

    • Flávio Nunes EL6005P 15 Novembro, 2015 at 12:29 pm

      Boas.
      Eu também acho vergonhoso publicidades enganosas e iludirem as pessoas com as teorias de carros ecológicos e na real verdade não passa de publicidade enganosa, ja para não disser que se paga para se usufruir disso ja no valor do carro. tipo eu tambem concordo que ter um carro a gasolina compensa mais se não se fizer muitos quilómetros e a longo prazo o carro a gasolina da menos chatices que um a diesel. Mas sim ter um carro a diesel também é viável.
      Os melhores cumprimentos para todos.

  8. Flávio Nunes EL6005P 10 Novembro, 2015 at 8:53 pm

    boas noites, eu acho que os veículos a diesel vão na linha da frente devido a esses 30 % no valor do combustível mas principalmente devido a mentalidade das pessoas, hoje em dia as pessoas de mais idade tem aquela ideia que um carro a diesel fica mais em conta devido ao valor do combustível e no mecânico limita-se a não comparar se por exemplo tivesse um carro a gasolina. E para a maioria um carro eléctrico ta fora de questão devido aos valores altos e também a sua manutenção.
    A juventude pensa ter um carro a diesel porque manda a sua pinta da para fazer aquelas alterações que todos quer fazer para poluir ainda mais fazer muito fumo acham que é bonito e para andar mais e desgastar mais também. Não esquecendo viaturas pesadas, maquinas, barcos é tudo a diesel.
    Voltando aos carros, a maioria das pessoas nem pensa no bem estar do ambiente,
    mesmo esta situação recente da Seat mostra isso mesmo queriam é vender, e quanto ao ambiente logo se vê…
    E quem tem carros a gasolina na maioria e devido a um valor mais acessível e manutenção mais barata.
    Mas acredito sim que a quem tenha carros a gasolina a pensar no ambiente, e também conduzir um carro a gasolina da um bom gozo.

    Muitos cumprimentos a todos

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 8:22 pm

      Boa noite Flávio Nunes. Gostei dos seus comentários. É certo que a maioria dos utilizadores dos carros a diesel não se preocupam com o meio ambiente mas sim com as suas despesas mensais.
      Comente o seu colega Ivo Ramos. Obrigado.

  9. Nelson Ferreira nº utilizador EL5252H 10 Novembro, 2015 at 9:42 pm

    Boa noite!
    Convém relembrar as vantagens de um carro a diesel, tem consumo menores e maior autonomia, consomem ate menos 25%de combustível, menor emissão de Co2 e capacidade de trabalhar com um maior binário a rotações baixas.
    Bem na minha opinião o futuro do diesel será incerto. A Financial Times recorda que os elevados custos das próximas gerações de tecnologia anti-poluição vão tornar os motores a diesel ainda mais caros, reforçando a tendência favorável aos modernos e propulsores gasolina, que tem consumos já próximos do que era normal nos diesel.
    Tendo em conta tudo isto, os escândalos e o ambiente, eu acho que apostava nos carros eléctricos pois o o veiculo eléctrico é a única solução 100% zero-emissões em utilizações, zero ruídos, zero emissões de gases efeito de estufa e zero emissões de poluentes; deslocação do veiculo mais silenciosa e suave; sistema de armazenamento de energia em baterias corresponde a um terço do valor do custo do combustível; menos custos de manutenção e actualmente ausência do imposto de circulação e ISV.
    Podendo ser um grande investimento adquirir um carro eléctrico, no fim saímos todos a ganhar tanto nos como o ambiente.

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 8:25 pm

      Boa noite Nelson Ferreira. Boa participação. Além do combustível ser mais barato o consumo é mais económico.
      Comente o seu colega Flávio Nunes. Obrigado.

    • Carlos Pariz 15 Novembro, 2015 at 4:29 pm

      EL5721M
      Carlos Pariz
      Boa Tarde Prof. e Colegas,
      Faço das tuas as minhas palavras colega Nelson Ferreira, sem mais nem menos.

  10. Bruno Barros 10 Novembro, 2015 at 10:30 pm

    Boa noite.
    Agora com esta polémica dos gases nos carros a gasóleo acho que as pessoas ficam um pouco abaladas mas acho que se tiverem de comprar um carro a gasóleo compram-no na mesma.
    Mais económico, e como vi um colega a comentar uma comparação entre gasolina e gasóleo e normalmente quem tem um carro a gasóleo faz muitos km e claro que no final vai compensar.
    E os carros a gasolina terem um imposto mais caro do que os a gasóleo também conta muito na escolha de um carro.
    Para futuro a melhor opção são os carros híbridos, pois poluem pouco e são económicos.
    Cumprimentos Bruno Barros

    • manuelaguas 11 Novembro, 2015 at 8:31 pm

      Boa noite Bruno Barros. Estou de acordo em geral a maioria não se preocupa com a poluição o que conta são os custo a longo prazo.
      Comente o seu colega Ivo Ramos. Obrigado.

  11. Fábio Pires, Mecânica de Automóveis - EL5880N 11 Novembro, 2015 at 8:21 pm

    Boa tarde.
    Os carros a gasóleo são mais prejudiciais para o ambiente devido a sua poluição já não referindo os utilizadores que os tornam ainda mais poluentes. Embora Portugal possa estar na linha da frente na promoção dos carros elétricos (onde acredito que parte dos compradores possam alterar a compra do seu veiculo tradicional por um elétrico no futuro).
    Tudo isto pode tornar-se um pouco urgente como diz o estudo que os impostos no nosso querido Portugal sobre a gasolina são uma média de 14 cêntimos mais elevado do que o imposto sobre o gasóleo em benefício na ordem dos 2600€ por cada veículo a gasóleo no seu ciclo de vida!
    Urgente? Sim, é necessário corrigir esta barbaridade do sistema que nos induz a comprar e a utilizar veículos mais poluentes e se são poluentes é óbvio que nos humanos iremos sofrer com isso, a saúde poderá estar em causa.
    Embora que a tecnologia automóvel esteja muito avançada em relação à não poluição de gases (mesmo que existam algumas manobras para falsificarem os valores reais das emissões), desde a mais antiga substituição do carburador pela injeção eletrónica onde a troca ajudou a combustão e reduziu as emissões de gases noviços, mais tarde o catalisador onde reduziu a presença de compostos poluentes e mais recentemente o filtro de partículas concebido para eliminar as partículas de sujidade dos gases de escape (motor diesel).
    Concluindo, penso que a melhor opção será os veículos elétricos pois não produzem emissões no local onde transitam e contribuem para uma melhor qualidade de vida em geral mas a ausência do som do trabalhar de um motor pode não ser ao gosto de todas as pessoas.

  12. Joaquim Dis 11 Novembro, 2015 at 10:59 pm

    A tendência do mercado dos últimos anos está na compra dos veículos a Diesel, contudo nem sempre essa é a melhor escolha. Há uma maior fiabilidade dos carros a gasolina, normalmente fazem mais quilómetros sem necessitarem de manutenção. Ainda que esta ainda seja uma realidade geral, já existe uma grande proximidade de qualidade, havendo mesmo modelos que têm dado menos garantias a gasolina.

    Uma mudança dessa envergadura na tecnologia não acontecerá rapidamente. Há um consenso generalizado no sector que os veículos a gasolina e diesel serão gradualmente substituídos por outros abastecidos com energia alternativa, mas os consumidores não têm dotado esses carros em grande escala, em parte devido aos problemas de infraestrutura de abastecimento.
    com o escândalo do grupo VW ,penso que veio acelerar o processo de uma mudança para veículos mais ecológicos.

  13. Bruno Lourenço- EL5475J 11 Novembro, 2015 at 11:22 pm

    Boa Noite,
    Na minha opinião os motores a diesel vão continuar a ser a preferência das pessoas, devido ao combustível ser mais barato, os veículos são mais economicos e sua duração a nível de motor é mais duradoura, fazendo assim muitos km.
    A população esquece-se que ao comprar estas viaturas que a manutenção é superior aos veículos a gasolina.
    No futuro vai predominar os veículos eléctricos, acabando assim com o gasóleo e com a gasolinaGPL, devido às emissões poluentes que estes produzem pois cada vez mais a U.E está a controlar os níveis de Poluição.

  14. Diogo Santos 12 Novembro, 2015 at 12:36 pm

    Bom dia.

    Desde meados da década de 2000 que se assistiu a um boom na compra de veículos ligeiros a gasóleo. Muita gente comprou um Diesel com o argumento de gastar menos de um combustível mais barato (cerca de 47% de ISP contra 53 da gasolina), não considerando o PVP mais alto e manutenções mais caras. O que acontece é que estas pessoas não fazem uma quilometragem anual que justifique um Diesel, mas mais uma vez este critério também não foi tido em conta.

    O mais recente caso da VW apenas vem provar que o desenvolvimento de motores Diesel no que respeite à redução de gases já atingiu um nível em que já não se consegue melhorar muito mais, tendo de recorrer à batota para “passar” nos testes. Tal como um estudante que use cábulas para passar num exame porque não conseguiu assimilar a matéria. E estamos a falar de veículos relativamente recentes, o que me força a fazer um comparativo com a deliberação absurda da CML sobre os veículos anteriores a 2000, os quais são da década em que a maior parte se movia a gasolina sem chumbo e com catalisador. No entanto, graças a isto, os que têm emissões fraudulentas continuam a andar livremente, enquanto que um carrito de 96/97 com as emissões absolutamente conformes, não. Ainda por cima quando foi a Quercus a fazer este estudo do tópico, sabendo que esta organização apoiou a deliberação da CML. No mínimo, estranho…

    Nos dias de hoje, seja devido a este caso da VW, seja porque os preços da gasolina e do gasóleo estão mais próximos do que há 10 anos, penso que a venda dos Diesel ligeiros está a abrandar, em detrimento dos gasolina, ou mesmo dos híbridos/conversão ara GPL.

    Não critico quem compra um Diesel quando realmente se justifique, ou seja, fazer uma média de 20.000 km’s anuais. Já para não falar nos pesados, onde a gasolina se torna incomportável.

    Para a média do português, um carro a gasolina serve perfeitamente, não dando tantos problemas que os Diesel dão por culpa de EGR’s, filtros de partículas, MAF’s, entre outros. Um gasolina também tem os seus problemas, mas não serão tantos e serão mais baratos de arranjar.

    Portanto, respondendo à pergunta do tópico: essencialmente considero que os motores Diesel devam existir, à partica, no mercado dos veículos pesados. Nos ligeiros, apenas em casos pontuais de quilometragens anuais a partir dos 20.000, falando nos ligeiros de passageiros.

  15. luis miguel,curso de mecanica,EL5736M 12 Novembro, 2015 at 7:37 pm

    pelo que vejo quercus são todos ambiente e coisa yipis mas sinceramente eles ando de bicicleta agora é.. quem nunca levou com um autocarro a burrar fumo numa súbita?eu no meu caso não faço contas ao ano mas sim ao mês.
    já enjoa isso da poluição dos carros a diesel

  16. Marta Santos EL5864N 13 Novembro, 2015 at 9:47 pm

    Boa noite a todos,

    Tendo em conta esta noticia e o recente escândalo em torno das emissões poluentes em veículos a diesel, considero que o futuro dos veículos com combustível a diesel está cada vez mais comprometido.
    Na minha opinião, o diesel é um tipo de combustível no qual vale cada vez menos a pena apostar.
    O combustível dos carros do futuro é a água salgada! Não, não estou a brincar!
    O protótipo Quant e-Sportlimousine avança com esta nova possibilidade. O e-Sportlimousine é um carro elétrico que utiliza uma tecnologia “nano flowcell” desenvolvida pela NASA, vem equipado com dois tanques de combustível com 200 litros cada. Este protótipo emite 0 g/km em co2, tem uma autonomia de 600 km, vai dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,8 segundos, é bastante silencioso, o seu combustível é o liquido mais abundante à face da terra, e é lindo…….é só vantagens. Já passou por alguns testes de segurança, mas será que chega à fase de produção? E se chegar a essa fase, claro que o seu preço será astronómico.
    Deveria haver mais incentivos à utilização de veículos corretamente ecológicos.
    Mas é obvio que até chegarmos lá….. Há aqui um grande jogo de interesses.
    Se este protótipo vingar, qual virá a ser o preço do litro da água salgada???

    Até já!

  17. carlos neiva 13 Novembro, 2015 at 10:35 pm

    Boa noite,
    Na minha opinião os carros diesel são um péssimo investimento para o futuro, cada vez as pessoas adotam o híbrido sendo menos dispendioso.
    Com estes problemas os carros diesel vão baixar e talvez seja o fim (ou não).
    Para poupar dinheiro acho que é melhor investir na tecnologia, os carros elétricos vão acabar por sobrepor a todos os outros. Mas por enquanto os carros diesel continuam a dar luta.
    E como o meu colega luis Miguel diz, “já enjoa isso da poluição dos carros a diesel”

  18. Isaac de carvalho mariano 14 Novembro, 2015 at 7:07 am

    Bom dia .
    Acho que de certa maneira ira incentivar os carros diesel.
    Também não implica dizer que os carros diesel são poluentes , A té porque existe inspeção paras as mesmas viaturas.O que é certo é mesmo, é que os impostos podem incentivar.

    • joel neto EL5684L 15 Novembro, 2015 at 5:28 pm

      Isaac existe inspecção para ver o valor dos gases mas poluem na mesma só que estão dentro do limite se vem que também há centros de inspecção que não fazem testes aos gases e daí muitos andarem com carros alterados e ter inspecção na mesma

  19. Artur Soares 14 Novembro, 2015 at 11:01 am

    Bom dia, tendo em conta a geração dos anos 80 e 90, não vejo um fim dos motores a diesel muito próximo, pelo simples facto de os jovens cada vez mais gostarem de um carro modificado. E é muito mais fácil e mais barato irem buscar cavalos a um motor diesel que um a gasolina. Mas também o Chefe de Desenvolvimento de Produtos da Ford na Europa veio em entrevista a Autocar veio dizer que com as novas regulamentações das emissões de CO2 o desenvolvimento destes motores será afectado pois será muito mais fácil adaptar motores a gasolina a estas normas que os de diesel pois estes últimos teram maiores custos de produção e ainda seram mais pesados. Diesel não é um combustível no qual devemos apostar para o futuro pelo facto de ser mais poluente e também porque se a já estão a existir esforços para equilibrar o valor do diesel com o da gasolina assim que isto esteja minimamente equilibrado todos vão querer um carro a gasolina por ter mais rendimento e manutenção mais em conta.

    • Fábio Pires, Mecânica de Automóveis - EL5880N 14 Novembro, 2015 at 8:58 pm

      Boa noite.
      Concordo plenamente com o meu colega, pois penso que isto também vá afectar o desenvolvimento dos motores e é óbvio que em termos de poluição devíamos optar por carros eléctricos ou híbridos como disse no meu comentário pois não produzem emissões no local onde transitam e contribuem para uma melhor qualidade de vida em geral mas a ausência do som do trabalhar de um motor pode não ser ao gosto de todas as pessoas.

  20. jose madeira EL5737M curso de mecanica 14 Novembro, 2015 at 11:37 am

    bom dia a todos,na minha opinião o combustivel disel ainda andará muitos anos no mercado devido aos milhoes que gera no uso do ouro negro,já deviam ter acabado com combustiveis tão poluentes,o gasoleo é mais barato no seu imposto,o carro a disel é mais caro que o carro a gasolina,tem maior duração de vida que o carro a gasolina,Portugal é o terceiro país europeu com maior diferença entre o imposto aplicado à gasolina, mais alto, e aquele referente ao gasóleo, o que, segundo a Quercus, induz a utilização de veículos mais prejudiciais à saúde,eu tenho um citroen 1500 d ,e,,o consumo dele é muito baixo,se fosse a gasolina não andava com ele todos os dias para ter o custo parecido.A solução passa por adoptar carros a energia eletrica,hidro,mas pessoalmente o problema da emissão de gases poluentes também estão escondidos nos carros a gasolina não só nos disel.Acho que já deviamos ter terminado com o petroleo como fonte de combustivel no ramo auto,mas á muito dinheiro e corrupção em volta disso e os paises arabes passavam a comer areia já que a fonte de dinheiro vêm do petroleo,os americanos que iam fazer aos pços de petroleo fechados no texas.fim com a poluição já que vivemos neste planeta e alguém vai pagar as consequencias!

  21. Marta Santos EL5864N 14 Novembro, 2015 at 5:19 pm

    Boa tarde,
    Apesar de eu ser da opinião que o futuro dos veículos a diesel está cada vez mais comprometido, concordo com o colega José Madeira, “o combustível diesel andará ainda muitos anos no mercado”,deveríamos deixar de utilizar este combustível “mas há muito dinheiro e corrupção em volta disso”. Os impostos mais baixos sobre o gasóleo são realmente um grande incentivo à compra de veículos a diesel. Quem estabelece estas regras não está, obviamente, preocupado com o bolso dos potenciais compradores e muito menos com a questão do ambiente.

    Até já!

  22. carlos santos 14 Novembro, 2015 at 8:26 pm

    boa noite
    Na minha opinião os carros a diesel ainda irão durar muitos anos no mercado, o preço da viatura é mais elevado em relação aos veículos a gasolina, mas o preço do diesel é mais baixo, e os carros em questão são mais económicos… Com o passar do tempo acredito que irão conseguir tornar os carros a gasolina tão económicos como os a diesel e com a mesma fiabilidade do motor… Com o passar do tempo também acredito que os carros eléctricos irão substituir qualquer veículo com emissões poluentes

    • Iuri Seabra- EL5516K 15 Novembro, 2015 at 7:49 pm

      Concordo com o colega Carlos, acho que o que vai substituir o gasóleo são os combustíveis alternativos, porque a gasolina vai ser sempre mais cara que o gasóleo.

  23. Joel Borges Curso de mecânica EL6030P 15 Novembro, 2015 at 3:18 pm

    Boa tarde.
    É verdade que os carros a gasolina têm um imposto mais alto em relação aos carros a gasóleo, no entanto, continuo a acreditar que mesmo que o imposto chega-se a ser igual ou até mesmo superior aos carros a gasolina, os carros a gasóleo irão continuar a ser vendidos talvez em menor número mas não tão em menor número, isto é, temos de ver que os carros a gasóleo duram mais que os carros a gasolina, o gasóleo faz mais km, são mais potentes, os veículos de transporte de mercadorias e agrícolas são a gasóleo, etc… infelizmente é prejudicial para a nossa atmosfera, mas acredito que a realidade vai ser esta, embora este seja um problema muito grave, porque é, a situação só irá mudar quando os lideres mundiais tomarem a iniciativa de apostar em energias alternativas como por exemplo os carros elétricos. Porque não se juntam e debatem esta questão e procuram uma solução que permita as pessoas terem mais facilidades para adquirirem um veiculo elétrico? ou porque não se juntam e tecnologicamente procuram aperfeiçoar os veículos elétricos? mas enquanto o crude andar a dar dinheiro, meus caros, não esperem infelizmente outra coisa, entretanto o nosso ambiente é que sofre e por consequência nós também…

  24. Joel Neto EL5684L 15 Novembro, 2015 at 4:57 pm

    Joel Neto EL5684L, boa tarde na minha opinião apesar de sabermos que o futuro sera carros hibridos ainda irá demorar algum tempo até que o mundo se habitue, claro que os automóveis a diesel ultimamente apesar de os seus valores terem baixado (antigos) as suas compras em adquiri los tem evoluído (novos) em portugal devido claro ao preço do diesel ser mais barato que a gasolina. Vê se tambem que apesar disso carros a gasolina se tem vindo a igualar apesar do preço (tambem poluí menos) e a sua manutenção também é mais barata que os diesel mais um facto para os comprar mas em durabilidade duram menos que os diesel. Não é uma boa aposta para o futuro devido ao que polui ainda por cima se lhe retirar o catalisador polui mais ainda (tem acontecido isto ultimamente) e ha que mudar este tipo de mentalidade acho que o preço do diesel e gasolina vai ser igual daqui a uns anos e vai mudar se as mentalidades, como ainda são poucos em portugal os automóveis hibridos vamos ver o que nos reserva o futuro.

  25. Iuri Seabra- EL5516K 15 Novembro, 2015 at 7:30 pm

    Boa noite,
    Já falámos na vergonha que é a questão dos motores adulterados, mas estes não estão só nos veículos a gasóleo, já se encontraram veículos a gasolina com o mesmo “problema”.
    Quanto ao futuro do gasóleo acho que não vai ser fácil que se deixe de usar porque é um combustível necessário nas maquinas pesadas e agricultas e por essa razão beneficiaram de apoios. Sendo um combustível menos refinado e que permite mais impurezas que a gasolina será sempre mais barato de produzir e distribuir, como exemplo, aqui nos açores muito do gasóleo tem grande percentagem de agua e outras porcarias que também vêm parar ao tanque de combustível do carro.
    O consumidor normal até pode saber que um carro a gasolina polui menos e tem melhor resposta nas acelerações , mas como não anda em corridas prefere um carro que gaste menos combustível e que encha o tanque com menos dinheiro, acho que as pessoas pensão assim por isso enquanto não aparecer um substituto do gasóleo, vão se vender mais carros a gasóleo que a gasolina. O carro do futuro vai ser o que conseguir andar mais com menos dinheiro, independentemente da poluição que produza, porque as pessoas que se preocupam mais com o ambiente do que com a carteira são uma minoria.

  26. David Moreira EL5730M 15 Novembro, 2015 at 8:38 pm

    Boa noite na minha opinião acho que este imposto deveria ser visto e mais justo, pois, como se tem visto e passado e muito bem a população tem andado mais preocupada com o ambiente o que deveria já ter acontecido muito mais cedo. Os carros a gasolina há poucos anos a traz e continuam a ser mais procurados pela evolução quetem havido na mecânica que tem baixado muito os seus consumos poluição e aumento do seu rendimento e prestações, as pessoas optam por cilindradas mais baixas por isso por preços e consumos, o que faz também com que o IUC seja mais baixo tendo uma cilindrada mais baixa e a sua manutenção é baixa penso que num futuro próximo estejam os veículos a gasolina a vencerem no mercado, agora como poluem menos que os a gasóleo o estado deveria ter isso em conta em osua impostos para estes carros serem mais baixos tal como o preço por litro da gasolina, já que todos andam preocupados com o ambiente então que dêem o mérito também a evolução do carros a gasolina e não só aos eléctricos. Eu pelo que tenho visto daqui a uns anos vou optar por um carro a gasolina tenho visto carros 1.200cc a consumirem menos que o meu por terem manutenção mais barata será uma opção que irem ver e ter enconta até se investirmos num sistema de GPL um carro 1.200cc a gasolina consumir 6 a 8 litros aos 100km com GPL vai arrumar muitos a diesel a um canto em consumos por isso digo a maneira rápida como a tecnologia nos motores a gasolina têm tido a todos os aspectos mesmo com os selos mais caros será a primeira opção é procura dose condutores, talvez sejam mais caros os impostos derivado ao governo que temos que procura sempre onde ir buscar mais dinheiro como os carros a gasolina tem tido mais venda eles aumentam o imposto tal e qual como no tabaco as pessoas compravam o tabaco de enrolar por ser muito mais barato como era muito vendido o estado aumentou aí o imposto simples eles não ligam a poluição mas sim a números que possam ter mais receita tal como a lei dos carros inferiores a ano 2000 na baixa de Lisboa temos muitos carros a gasolina e a gasóleo de 2014 inferiores e superiores a este ano que poluem mais que carros de 1993 por exemplo deveriam então por um limite de CO e não de ano.
    Cumprimentos
    David Moreira
    EL5730M

  27. Marta Santos EL5864N 15 Novembro, 2015 at 9:55 pm

    Boa noite,
    Na minha opinião ao invés de igualarem as taxas do gasóleo e da gasolina, deveriam aumentar estas duas taxas e dar mais incentivos à compra de carros elétricos. Os carros a gasolina poluem menos, mas o que é fato é que também poluem. Temos que minimizar os danos que causamos ao ambiente, com a máxima urgência, antes que seja tarde demais.

    Gostei de participar neste fórum!

  28. Júlio César 16 Novembro, 2015 at 5:25 pm

    Bom dia.

    Na minha opinião os preços deveriam ser revistos e reavaliados no seu total. Existem varias diferenças pelas quais deveremos reflectir claro, como as vantagens de um carro a diesel ou a gasolina pelo qual deveremos ter em conta as suas vantagens como por exemplo:

    Diesel:
    1 – Apesar de ser inicialmente mais caro, a grande vantagem dos automóveis a gasóleo, é o facto de os consumos serem menores e garantirem uma maior autonomia. Um carro a diesel poderá consumir até menos 25% de combustível.
    2 – O preço dos carros a gasóleo é superior, mas também ganhará mais em caso retoma. No mercado automóvel o veículo a Diesel tem substancialmente mais valor e existe uma maior procura.
    3 – Existe uma menor emissão de CO2.
    4 – Capacidade de trabalhar com um maior binário a rotações baixas.

    Gasolina:
    1 – O preço global do veículo é, (tendo como base carros de marca e modelo igual), consideravelmente mais baixo, assim como o valor de venda, que pode ser um atractivo de futuro.
    2 – As peças para manutenção de um automóvel a gasolina são normalmente mais baratas, o que se torna uma grande vantagem quando adquire um veículo já com alguns anos.
    3 – Há uma maior fiabilidade dos carros a gasolina, normalmente fazem mais quilómetros sem necessitarem de manutenção. Ainda que esta ainda seja uma realidade geral, já existe uma grande proximidade de qualidade, havendo mesmo modelos que têm dado menos garantias a gasolina.
    4 – Os motores de um automóvel a gasolina têm uma maior rotatividade e uma maior capacidade de aceleração.

    Existem sites que nos podem ajudar futuramente numa decisão como estes dois exemplos: http://www.acp.pt/autos/novos/gasolina-ou-gasoleo
    https://www.maisgasolina.com/

    No meu ver não tenho uma opinião precisa entre carros a Diesel ou Gasolina, o único que posso afirmar é que realmente os combustíveis em portugal são demasiado altos tendo em conta a qualidade de vida e ordenados dos portugueses.

    Júlio César

  29. Joao cadilha 16 Novembro, 2015 at 9:14 pm

    Bem, a minha opiniao é a seguinte:
    eu por muito suspeito que pareça (pois abomino carros diesel desde que percebo de carros, desde tenra idade mesmo) carros a gasolina e a gpl sao uma optima aposta para o futuro, deixando apenas o diesel para trabalho e nada mais que isso… carros a gasolina poluem menos, andam mais e a manutençao é mais barata… para economia controla se o pé ou instala se gpl, tao simples quanto isto…

  30. batexinelo 16 Novembro, 2015 at 10:13 pm

    boa noite.

    antes demais eu tenho um carro volkswagen a gasoleo e antes de o comprar fiz bastantes pesquisas, informei-me com bastantes pessoas e cheguei a conclusao que me compensava mais pois o preço do carro em si foi muito mais caro do que um igual a gasolina mas para a quantidade de quilometros que eu ia fazer e fiz e o preço do gasoleo que acaba por ser muuuito mais barato do que a gasolina compensou-me. claro que o escandalo dos gases assustou-me mas nao e por ai que deixo de confiar na marca obvio ue os carros a gpl a cada dia que passa teem mais e mais adeptos mas mesmo assim acredito que o gpl nunca tera tantos adeptos como os eletricos pois acredito que estes irao ter mais seguidores mas para isso vao ter que ser mais baratos e com maior independencia em questao de carga. mas o gasoleo vai sempre existir pelo menos nos veiculos pesados de mercadorias e de passageiros. ate la irei sempre comprar carros a gasoleo pois sao mais caros mas rapidamente se recupera o investimento.
    EL5255H

  31. joao fernandes 29 Dezembro, 2015 at 3:34 am

    Boa noite a verdade e que para que faz poucos milímetros quase que não compensa ter um carro a diesel, contudo independentemente de escândalos a envolver os carros a diesel a maior parte das pessoas optam por carros a diesel no fundamento de que diesel e mais barato e por norma consome menos no entanto fica claro que gasolina baixou muito durante 2015.

  32. Ricardo Martins-EL6241P 5 Julho, 2016 at 7:44 pm

    Boa noite, sou da opinião que hoje em dia não compensa comprar carro a diesel, excepto empresas ou pessoas que façam muitos quilómetros que compense a diferença de preço do gasóleo da gasolina.
    Hoje em dia quem comprar um carro a diesel com filtro de partículas e fizer poucos quilómetros está a gastar mais dinheiro do que se tivesse um carro a gasolina, porque os filtros de partículas têm de atingir grandes temperaturas para regenerar na ordem dos 500/650ºC esta temperatura só é alcançada em grandes viagens, se não regenerar o filtro de partículas o seu tempo útil no automóvel é muito reduzido o que faz com que tenha de ser substituído muito frequentemente. Esta operação de substituição é bastante dispendiosa, logo o valor que investe estas intervenções não chega do que lucrou com a compra mais barata do gasóleo em relação à gasolina.
    Cumprimentos

Comments are closed.

Deutsche Erfindungen (descobertas alemãs)

Ein Video mit einiger wichtigen deutschen Erfindungen (um vídeo sobre algumas descobertas alemãs importantes)

Peça Já Informação